Saiba como importar da China em Container Compartilhado

Aprenda como importar da China em Container Compartilhado, de forma econômica e eficiente, com a China gate

Você sabe como importar da China em container compartilhado? O processo é relativamente simples. Porém, existem alguns passos importantes que todo importador deve ficar atento, especialmente no período atual. 

Neste artigo, você vai conferir tudo o que precisa saber para usar container compartilhado e evitar quaisquer problemas relacionados. Além disso, vai aproveitar os benefícios e custos mais reduzidos com quaisquer operações.

Para isso, vamos entender alguns conceitos importantes para começar suas importações.

O que é um container compartilhado?

Essencialmente, o container compartilhado não é muito diferente de transportadoras e veículos de entrega em geral.

Quando você faz ou manda uma encomenda para uma transportadora, ela vai fazê-lo mesmo que tenha apenas o seu pacote, por exemplo. Uma vez recebida e paga, a empresa responsável pelo transporte realiza o trabalho.

Na China, os containers compartilhados funcionam exatamente da mesma maneira. Ao fazer a importação de um produto, o agente de cargas contratado realiza todo o processo de coletar o material. Além disso, incluí o produto no container, e coordena toda a rota até a entrega do destinatário.

Nesse ponto, é bem fácil entender e realizar, não é? Contudo, existem alguns detalhes importantes a ficar atento antes de fazer suas importações da China.

Considerações importantes sobre como importar da China em Container Compartilhado

Quando você faz uma importação por container compartilhado, costuma-se alugar o espaço para transporte por metros cúbicos.

Normalmente, um container pequeno, de 6 metros (ou pés) cabem 28 metros cúbicos. Existem ainda os modelos grandes, de 12 metros (ou 40 pés), cabem cerca de 56 metros cúbicos. Por fim, temos os modelos que oferecem até 67 metros cúbicos de carga.

Logo, isso dá ao importador uma boa ideia de como pode investir em espaço. Para facilitar a compreensão de espaço, um metro cúbico equivale a um fogão de 6 bocas, por exemplo. E aí entra a questão importante de como importar da China em container compartilhado.

Por um lado, você terá custos bem menores no frete. Mas, por outro, o custo de armazenagem pode não ser tão acessível assim, especialmente no Brasil. Isso sem contar os impostos sobre cada categoria de produto importado.

Custos de Armazenagem altos

Para locações de grandes cargas e pacotes, esses problemas costumam ser mais facilmente driblados. A coisa complica mais quando se pensa em pequenas cargas. Além disso, fica mais difícil ainda quando o container compartilhado possui várias entregas para vários usuários.

Vamos contextualizar. Em containeres pequenos, individuais e que vão para um único local, é bem comum que sua logística envolva apenas acoplar o container ao caminhão. Ou seja, ele faz a entrega somente em um endereço de destino. 

Por outro lado, com os contêineres compartilhados, a história é um pouco diferente. As cargas e caixas são de várias quantidades e vários destinos. Dessa forma, exige toda uma logística para encaminhar cada encomenda para as transportadoras corretas.

Por isso, esse procedimento necessita de um número maior de profissionais, tornando mais caro a armazenagem de cada pacote.

Todavia, é importante destacar outro fator.

Os Custos Semi-fixos

A armazenagem custa mais dinheiro para cargas de pequeno porte. Mas, não é só isso. O importador precisa pagar ainda pelo o que chamamos de “custos Semi-Fixos”. Estes são serviços complementares ao processo de importação e necessários para manter a segurança e eficiência da operação.

O mais pesado deles é o Despachante Aduaneiro. Este é um profissional, privado ou autônomo, responsável por assessorar os processos de importação e exportação.

Eles tornam essas atividades, complexas por natureza, mais rápidas, porém não cobram menos que um salário mínimo para uma única operação;

Ou seja, na prática, quanto menor a carga, ou volume, mais caros se tornam os custos de um despachante aduaneiro.

Entendeu?

Avaliando os valores da importação

Dessa forma, é nesse cenário que os contêineres compartilhados ganham ainda mais notoriedade para diminuir os custos de operação. O segredo aqui é saber os custos reais da sua importação, e se compensa fazer o uso de contêineres compartilhados. 

Para transportes marítimos, que são os mais comuns na importação, o ideal é realizar em transações a partir de US$ 50 mil. Com isso, ter consciência de que os custos são melhor divididos em um container compartilhado.

Entretanto, aqui entramos numa zona um pouco obscura. Para importações cujo valor é mais baixo que o indicado acima, você poderia optar pela importação simplificada. Essa seria o pensamento mais recomendável nesses casos. 

Contudo, temos outros detalhes. Entre eles, o custo de transporte por quilo, calculado em dólares (e você sabe como estão os valores atuais). Isso, se o produto é autorizado para transportes do tipo, etc. Ao fazer as contas, ficaria muito mais caro só com o preço de transportar, sem incluir todas as taxas.

Então, como proceder diante de todos esses valores? Vou te contar um segredo que vai ajudá-lo a importar da China em container compartilhado com muito mais tranquilidade. 

Facilitando a importação em container compartilhado da China

Em um cenário mais “seco”, o ideal seria você mudar a categoria do produto ou aumentar a carga do que tem disponível. Nada legal, não é?

Aí entra o ponto interessante para você: e se você dividir proporcionalmente o custo de armazenagem com outros importadores? Seria uma boa, não é? 

Então, vamos repassar os custos de importação com container compartilhado:

  • frete;
  • impostos;
  • armazenagem.

O frete é mais baixo nesse primeiro momento, o que já torna nossa questão mais simples. Os impostos são atribuídos a cada importador, já que cada produto possui suas taxas. Mas, e quanto a armazenagem? 

Como falei acima, a melhor alternativa seria dividir esse custo de armazenagem com um grupo de importadores. Dessa forma, o importador garante valores mais baixos ao centralizar todo o processo de transporte em um único container compartilhado.

Como funciona?

Até aqui, te expliquei todo o processo que vai desde a saída do container da China, e os custos que envolvem receber e mantê-lo aqui, certo? Mas saiba que tudo isso envolve profissionais que não se relacionam diretamente nesse processo.

O processo funciona da seguinte maneira:

  • Todos os interessados registram seus pedidos e importações.
  • A China Gate viabiliza os despachantes aduaneiros e trades na China. Isso é feito através dos armazéns. O objetivo é fazer com que todos os pedidos venham em um único container.
  • Ao centralizar tudo em um único local, os custos de armazenagem são melhor divididos entre os participantes, facilitando a importação.

A proposta vale muito a pena para quem faz importações com menos de US$ 50 mil. Para valores acima, vale a pena fazer uma consultoria, e avaliar com mais consciência.

Saber como importar da China em container compartilhado pode ser mais fácil do que imagina. A China Gate vai garantir, da maneira correta e organizada, que o processo seja o mais econômico e eficiente possível.

Se você quer importar da China em containers compartilhados, clique aqui e assista este vídeo.

Rodrigo Giraldelli

Rodrigo Giraldelli

Rodrigo Giraldelli é fundador da China Gate, empresa de educação e consultoria focada em ajudar pessoas a importar da China para o Brasil através das suas empresas.
Rodrigo Giraldelli

Rodrigo Giraldelli

Rodrigo Giraldelli é fundador da China Gate, empresa de educação e consultoria focada em ajudar pessoas a importar da China para o Brasil através das suas empresas.

8 respostas

  1. Gostaria de saber como funciona, me cobraram 310 dólares para importar apenas 1 caixa de um produto que comprei para minha empresa, quero pagar bem mais barato kk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Postagens Recentes

Alibaba Sem Segredos

Curso Gratuito para você que deseja começar a importar da China!