Trading de Importação da China: Por Que Você Precisa Dela?

trading de importação da China

Você já deve ter ouvido falar de trading de importação da China. E também deve ter se perguntado o que essas empresas fazem e se podem ser úteis para seu projeto de importação.

Suas dúvidas são muito naturais, principalmente se estiver buscando as primeiras informações sobre como importar. Você já deve estar se perguntando: Compensa ou não compensa?

Nesse texto você vai descobrir o que é uma trading de importação, e como elas podem ser muito vantajosas para você realizar o sonho de importar da China.

Além disso, vou te mostrar em quais formatos a relação entre seu negócio e essas empresas pode acontecer. Além de apontar quais as vantagens e desvantagens de cada um deles.

No final desse material você será capaz de analisar com bastante segurança se deve ou não trabalhar com uma trading de importação da China.

O que é Importação?

A importação nada mais é do que trazer para o Brasil bens ou serviços de outro país. Isso pode acontecer de forma permanente ou temporária.

Dessa forma, ao dar entrada no país esses bens ou serviços passam pela fiscalização nas fronteiras, portos e aeroportos. No Brasil, quem cuida disso é a Receita Federal, através do seu braço aduaneiro.

O objetivo da receita é contribuir com a defesa dos interesses econômicos e dar segurança aos consumidores brasileiros. Além disso, o governo desenvolve e pratica uma série de medidas que visam facilitar ou dificultar a entrada de produtos e serviços por aqui.

Esse é o motivo pelo qual se entende que a importação é um bem bastante controlado pelas autoridades brasileiras.

Por outro lado, como disse acima, há ainda questões de segurança do consumidor. Por exemplo, a importação de brinquedos requer certificação do Inmetro. Isso por que o produto pode oferecer riscos as nosso filhos. Nesse caso, o maior rigor é benéfico.

Entretanto, pode haver políticas de proteção a indústria interna. Uma delas é o antidumping, que é uma sobretaxa cobrada sobre determinados produtos. Ou seja, dificultando a importação deles.

Mas, vamos descobrir o que é uma trading de importação?

Vamos lá!

O que é uma Trading Importadora?

A trading de importação é uma empresa que faz a intermediação entre você e o fornecedor. Ela pode atuar seja negociando valores, fazendo contratos ou organizando documentos.

Hoje isso tudo é muito mais fáceis de resolver, pode tudo ser feito através da Internet. Ou seja, você pode fazer a negociação toda por sites para importar da China como o Alibaba, por exemplo.

Entretanto, negociar nessas plataformas é ainda um desafio para grande parte das pessoas. Existem a barreira da língua e também os fatores de confiança e segurança na hora da negociação.

Dessa forma, a trading de importação da China pode ser um instrumento capaz de garantir que os produtos importados vão chegar na sua empresa, na qualidade e com as características contratadas.

Mais ainda, elas podem cuidar da importação de uma ponta a outra, fazendo a operação e coordenando todos os passos da sua jornada importadora.

É obrigado a usar trading de importação da China? Não. No Brasil, para importar é você deve ter um CNPJ e radar siscomex. Assim, não é obrigado a contratar uma trading.

Por outro lado, ela pode dar uma comodidade e segurança.

Por que Contratar uma Trading de Importação da China?

O processo de importação da China e de qualquer lugar do mundo para o Brasil é muito complexo. Não é impossível, mas complicado. Isso por que essa é uma jornada de muito detalhes, muitos passos.

Além disso, cada erro pode resultar em multas capazes de prejudicar muito o caixa da empresa. E, a possibilidade de um erro é grande, principalmente se você desconhece todos os procedimentos.

Mais ainda, se não faz ideia do grande volume de informações necessárias para conduzir todo o projeto de importação.

Um outro ponto importante está relacionado ao foco. Isto é, a tendência é que as empresas foquem na sua atividade principal.

Então, a empresa precisa estar mais envolvidas com suas estratégias de mercado, com o público alvo etc. Assim, deixam as atividades secundárias para outras companhias.

Por exemplo, você deve utilizar os serviços de um escritório de contabilidade para gerenciar os dados contábeis do seu negócio. Por sua vez, para resolver questões jurídicas, contrata uma escritório de advocacia.

Acontece do mesmo jeito com a importação, dessa forma, a trading é a figura de competência sobre o gerenciamento da importação.

Trading de Importação da China: Quais as Vantagens?

As tradings de importação são empresas especializadas em comércio exterior. Dessa maneira, tem uma rede extensa de contatos, parceiros que oferecem serviços de qualidade e com preços atrativos.

Além da redução dos custos, a trading é capaz de conduzir e gerenciar com competência toda a burocracia necessária para a legalização da carga no Brasil.

Outro ponto que esse parceiro pode cuidar é da emissão dos documentos internacionais de importação, atendendo a legislação brasileira.

Por exemplo, vamos dizer que você está fazendo um importação de container cheio (FCL). Após a carga chegar no Brasil, e sair para o frete até a sua empresa, é comum que a companhia de frete marítima dê um prazo para que o container vazio retorne ao porto.

É o que chamamos de Freetime. Geralmente, esse prazo é de 15 dias. Caso a unidade não seja devolvida nesse prazo, você começa a pagar uma multa diária, chamada de Demurrage. Esses são aspectos de como funciona o container na importação que você precisa conhecer.

Se você trabalhar com uma trade, ela terá negociado prazos maiores para a devolução do container. Isso pode funcionar para outras taxas, prazos, valores cobrados na diária de armazéns, despachante aduaneiros e frete doméstico.

Se sua importação for de container compartilhado, existem outros cuidados que a trading pode ter para você. Entre eles, ser capaz de negociar custos melhores de armazenamento da carga no porto ou aeroporto.

E isso pode representar uma boa economia de dinheiro e tempo.

Mas a trade pode atuar em todos os tipos de importação? Depende. Vamos falar um pouco sobre os tipos de importação e como uma trading de importação da China pode atuar.

A Importação Própria

Esse é o tipo de importação onde a empresa que irá comercializar o produto é a mesma que realiza a importação da carga. Ou seja, não utiliza um intermediário, que no caso seria uma trade.

Empresas que fazem esse tipo de importação já dominam bastante o processo. Assim, dedicam um setor inteiro do negócio apenas para cuidar dos assuntos relacionados a importação.

As empresas que atuam sem a necessidade de uma trading de importação tem um grande controle dos procedimentos, visto que a importação não é a atividade fim.

Então, para que a condução seja realizada com competência é preciso ter conhecimento de todos os trâmites alfandegários, um boa rede de contato com fornecedores, ter um setor especializado de importação para cumprir todas as exigências cobradas pelas autoridades brasileiras.

Tenha em mente que na importação nada é barato, sendo que os custos com multas e erros são também altos.

Importação por Conta e Ordem de Terceiros

Esse tipo de importação acontece através de um intermediário, ou seja, uma trading de importação. Nesse modelo, a trade opera no nome de quem vai importar. Dessa forma, a trade faz o despacho aduaneiro das mercadorias compradas por você.

A relação entre quem importa e a trade é firmada através de contrato. O documento e o serviço pode abranger outros serviços como a transação comercial, cotação de produtos e intermediação comercial.

É preciso que tanto a trading com a empresa importador comprovem capacidade financeira para realizar a compra e a nacionalização dos produtos. Tenha em mente que esses dados são cobrados pela Receita Federal.

E, preciso te dizer que eles fiscalizam com muito e rigor, não tendo nem dó e nem piedade de barrar seus produtos se algo estiver errado.

Além disso, os CNPJ precisam estar registrados no Siscomex, isso deve ser feito antes do projeto de importação sair do papel.

Ainda que você esteja usando uma trading de importação da China, mesmo que ela cuide de todo o processo e realize até os pagamentos pela sua empresa, o responsável pela importação e quem responde por ela é você.

Importação por Encomenda

Na importação por encomenda também é por meio da trade, mas com algumas diferenças. Aqui você contrata uma trade de importação para que ela, com recursos próprios faça a compra dos produtos e a legalização do mesmos.

Posteriormente, a trading deve vender os produtos para você. Ou seja, há uma exclusividade sendo que os itens adquiridos somente podem ser vendidos para a sua empresa.

Aqui toda a operação deve ser realizada em nome da trade. E, a relação deve ser mediada por contrato, constando no mínimo o prazo de entrega dos itens.

E aí, você pode perguntar: Por que contratar uma trading de importação para comprar produtos em outro país? A primeira vantagem é o capital.

Pode ser que a empresa que encomenda os produtos não tenha o capital necessário para realizar a importação.

Dessa forma, opta por comprar os produtos da trading de importação, mesmo que o produto seja comercializado acima do valor encontrada na China, por exemplo.

Por outro lado, essa operação pode ser vantajosa para a trade. Ela irá comercializar como margem de lucro um produto no qual não tem nenhuma um pouco conhecimento de mercado.

Então, para resumir a importação por conta e ordem de terceiros e por encomenda as partes precisam:

  1. Ter um contrato entre as partes;
  2. As Empresas precisam de Radar Siscomex;
  3. Fazer a Comprovação da Origem dos Recursos e
  4. O comprador ou vender precisa estar Destacado.

Descubra agora se existe algum benefício fiscal para quem contrata uma trading de importação da China, por exemplo.

Quais os Benefícios Fiscais da Importação por Trading?

Os benefícios fiscais oferecidos por uma trading de importação da China depende do estado onde a mesma está sediada. Em geral, essas vantagens estão ligados a alguma desoneração do ICMS cobrado por cada unidade da federação.

Dessa forma, é preciso analisar se o estado no qual está a trading oferece os benefícios fiscais.

Aqui entra o que se chama de guerra fiscal, já que estados de menor desenvolvimento econômico praticam políticas de desoneração e créditos para atrair empresas. E, com isso, aumentar a arrecadação.

Alguns estados que praticam essa política são:

1.Roraima

Com isenção de ICMS para operações interestaduais de importação e crédito de até 75% do ICMS e Fundo de Desenvolvimento Industrial.

2.Rondônia

Com adiamento do prazo de recolhimento de ICMS para empresas importadoras e isenção para importar determinados produtos.

3.Espírito Santo

Ao participar do FUNDAP, a empresa recolhe ICMS apenas para a venda e transferência dos produtos importados.

4.Santa Catarina

O ICMS pode ser cobrado de forma parcial. Ou seja, dependendo do produto pode variar de 0,6% a 2,6%

5.São Paulo

Em São Paulo, a cobrança não recai sobre equipamentos e máquinas, e o crédito acumulado do ICMS pode ser utilizado para investimentos.

Detalhes Importantes sobre os Benefícios Fiscais

Estados como Alagoas, Paraná, Goías e Paraíba também possuem incentivos relacionados a cobrança do ICMS. Para saber é necessário consultar a página da Receita Estadual do estado onde está sediado a trading ou a empresa importadora.

Um informação importante é que a trading de importação pode resolver não praticar essas vantagens.

Com isso, o objetivo de quem for contratar uma empresa intermediária de importação deve ser primeiro buscar por competência e experiência sobre comércio exterior.

Além disso, os demais impostos de importação são pagos normalmente.

Importação Digital: Importar da China Com Segurança e Tranquilidade

O Importação Digital (ID) é o serviço de container compartilhado da China Gate. Nele, você pode importar da China pequenas quantidades de produtos, tendo todo o suporte de nosso consultores de importação.

Você paga US$ 397 por metro cúbico utilizado na unidade, sendo que o mínimo a ser importado é um metro cúbico. Além disso, com uma assinatura anual de 997 reais você pode fazer quantas simulações quiser e importar quantas vezes quiser.

Nossa equipe cuida de todos os trâmites burocráticos. Assim, você tem apenas que realizar a busca, a negociação e o pagamento de seus fornecedores. Depois, é só mandar a carga para nosso armazém na China.

Uma das grandes vantagens do ID é te dar tranquilidade quanto ao complexo sistema de importação para o Brasil. E, assim, você fica livre para tocar seu negócio como sempre fez.

Sem contar que o serviço faz você economizar bastante com os custos de armazenagem nos portos brasileiro, sendo esse fator o maior vilão da importação de pequeno porte.

Então, que tal conhecer um pouco mais sobre o ID?

Dilvo Rodrigues

Dilvo Rodrigues

Nascido nas Minas Gerais, formado em jornalismo e apaixonado por cinema. Sou pai do Francisco, prezo por uma história bem contada e tenho muito gosto por aprender coisas novas. Sou Redator na China Gate, e ajudo pessoas a tomarem as melhores decisões sobre importação da China.
Dilvo Rodrigues

Dilvo Rodrigues

Nascido nas Minas Gerais, formado em jornalismo e apaixonado por cinema. Sou pai do Francisco, prezo por uma história bem contada e tenho muito gosto por aprender coisas novas. Sou Redator na China Gate, e ajudo pessoas a tomarem as melhores decisões sobre importação da China.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Postagens Recentes