Sua ideia de importação pode ser viável e nós podemos te ajudar

Como começar a importar sem dinheiro? Descubra neste artigo

É de conhecimento geral que o processo de importação da China não é barato e que envolve um investimento considerável para ser realizado. Porém, o que pouca gente sabe é que dá para começar a importar sem muito dinheiro.

Antes de mais nada é preciso dizer que do zero é impossível começar. Então, se você não tem muito dinheiro para fazer o seu investimento, precisará de conhecimento para começar. E é isso que vamos ensinar neste artigo.

Fique com a gente até o final e descubra como você pode começar a importar mesmo sem muito dinheiro.

Lembrando que aqui na China Gate, tratamos apenas de importações empresariais, com CNPJ e tudo dentro das leis e parâmetros da legislação internacional e brasileira.

O que é uma importação?

Primeiramente, precisamos ter em mente, de forma clara, o que é de fato uma importação de produtos para revenda no Brasil.

De forma simples e didática, a importação nada mais é do que um negócio comercial, onde você compra um determinado produto e revende ele por um preço maior para o cliente final. No caso, você compra um produto no exterior, traz ao Brasil e aqui revende para o mercado nacional.

O processo é o mesmo de uma revenda nacional. Pense em loja que vende brinquedos no varejo, perto de sua casa por exemplo. Ele compra um determinado produto, por R$ 100,00 e revende na sua loja por R$ 200,00. Deste lucro bruto, ele tira uma parte para os custos da operação e fica com o lucro líquido.

A importação funciona da mesma forma. Você compra de um fornecedor chinês, por exemplo, revende no Brasil por um valor maior, paga os custos da operação e o que sobra (lucro líquido), você retira um pouco para você, guarda um pouco e reinveste o restante.

Quanto você precisa para começar a importar da China?

Após entendermos o que é uma importação e ver que ela não é um bicho de sete cabeças, mas um transação comercial comum, com a diferença que você busca seus produtos no exterior, vamos agora ver o quanto você precisa para começar a importar.

Esta é uma pergunta que não possui uma resposta exata, pois depende de muitas variáveis e não existe um valor mínimo para começar a importar.

Em primeiro lugar, você precisa definir qual produto você irá importar e que seja um produto que você saiba vender ou queira muito vender. É importante também, analisar se você irá conseguir vender este produto com uma boa margem de lucro aqui no Brasil.

Da decisão de escolher o produto que você irá importar é que começam a ser calculados todos os custos da importação e você poderá descobrir o quanto você precisará para realizar sua operação.

Importar cabos USB para celulares demanda um investimento muito menor do que importar placas para painéis solares, por exemplo. Uma importação de cabos, você pode começar com US$ 1.000,00 – US$ 1.500,00 de produtos (sem considerar impostos, frete e taxas), enquanto os painéis é no mínimo US$ 100 mil – USS$ 150 mil. Portanto, o tipo de produto determina o valor do investimento necessário.

O custo final do produto

Outro ponto a se levar em consideração na hora de realizar sua importação é o custo final da operação. Não tome como base apenas o preço de compra na China, pois o produto chegará no Brasil por um valor muito maior: geralmente, o dobro do preço pago ao fornecedor.

Isso acontece porque em uma importação, você paga, além do próprio produto, o seguro de transporte, o frete internacional (marítimo ou aéreo), impostos, despesas aduaneiras e o frete nacional rodoviário. Todas essa variáveis compõem o custo final do produto.

Este custo deve ser feito na ponta do lápis, como diziam os antigos. Colocar todas as variáveis em jogo e calcular quanto irá ficar o preço por item. A China Gate disponibiliza gratuitamente uma planilha de custos para você simular a compra de um produto na China.

Sabendo o preço final que o produto irá chegar na sua empresa, você deve fazer uma pesquisa de mercado (local e/ou na internet) e descobrir por quanto você conseguirá vender este produto e qual será a sua margem de lucro.

Nós recomendamos que no final da operação, você tenha de 20-30% de lucro líquido mínimo, após pagar todas as despesas da importação. Se você vender R$ 10 mil, por exemplo, tem que sobrar pelo menos R$ 2 mil a R$ 3 mil com você.

Como começar a importar sem dinheiro? Descubra neste artigo

O que fazer com todas essas informações?

Chegamos naquela parte onde você já deve estar se perguntando: “ok, beleza. Tudo bem, entendi que preciso escolher o produto, descobrir o preço final e a margem de lucro. Mas o que fazer com tudo isso se eu não tenho dinheiro para investir?”

É aí que entra o pulo do gato. Com todas essas informações você descobrirá o quanto precisa de investimento total e com isso poderá correr atrás de um(a) sócio(a) ou investidor(a) ou ainda adquirir um empréstimo ou financiamento. Nós recomendamos fortemente a ideia de um(a) parceiro(a) para realizar esta operação, ao invés do empréstimo.

Todo mundo quer ganhar mais dinheiro e a importação é um processo, que se bem realizado, gera um lucro muito bacana.

É claro que existe o risco de não dar certo e você não conseguir vender seus produtos. Se essa possibilidade ocorrer, o máximo que irá acontecer é você não ter lucro nenhum e vender seus produtos pelo preço final que você comprou ou ficar com os produtos.

Portanto, veja seu círculo de contatos e veja quem tem potencial para um investimento e apresente a proposta para ele, não como um pedido, mas como uma oportunidade de investimento.

Com as informações anteriores que abordamos neste artigo, você poderá apresentar para seu potencial investidor todas as variáveis e com segurança. Apresente todos os dados: o custo do produto na China, o custo final e o quanto ele está sendo vendido no Brasil. Mostre o lucro bruto e o lucro líquido.

Lembre-se: você não estará pedindo dinheiro, mas mostrando uma oportunidade de negócios. Informe que você está procurando uma pessoa para ajudar no investimento total e que vocês terão ótimos resultados se tudo der certo.

Você pode ter um parceiro para um importação, para duas, três, para um ano de negócio… enfim, tudo depende dos seus objetivos.

Fuja de pessoas que te colocarão para baixo

Pode parecer bobeira, mas é verdade. Neste processo de encontrar um sócio ou investidor, você pode se deparar com pessoas que irão por empecilhos no negócio. Surgirão histórias de pessoas que perderam o investimento, de pessoas que tiveram a carga parada…

Quando isso acontecer, respire fundo, agradeça a oportunidade e parte em busca de uma outra pessoa. Se essa também disser não, parte pro próximo. Lembre-se de que quem coloca limites em seus sonhos é você mesmo. Fale com quantas pessoas forem necessárias.

As histórias de pessoas com carga presa ou que perderam o investimento no porto, por exemplo, são a minoria e acontecem quando o importador não faz o procedimento correto ou quer burlar alguma regra. Quem segue o processo certo e se cerca de bons profissionais para ajudar na importação, pode ficar despreocupado.

Fuja dessas pessoas. Busque alguém que tem os mesmos olhos e objetivos que você para este negócio.

Após encontrar a pessoa certa para o investimento, definam as partes de cada um e elabore um contrato para formalizar a parceria.

E aqui vai um dica extra: não busque pessoas somente pelo dinheiro, mas pelo caráter também. Uma pessoa com muito dinheiro, mas sem caráter não é um(a) bom(boa) sócio(a) para se ter.

O desafio pode parecer grande e requer um tempo de preparação e determinação em encontrar um bom investidor, mas ele é totalmente possível. Temos inúmeros relatos de clientes que tentaram essa via e hoje estão muito bem em suas vidas e seus negócios.

Tudo o que você precisa em um só lugar

Se você já decidiu começar a importar da China e já tem o dinheiro do investimento, seja próprio ou de algum investidor, saiba que você pode contar com a China Gate para trazer sua importação com toda nossa assessoria e experiência de mais de 20 anos.

Nós cuidamos de toda parte burocrática para você se preocupar somente em comprar com bom preço na China e vender com alta margem de lucro no Brasil. O resto a gente facilita para você!

E a melhor maneira de você começar a importar da China, com baixo custo de investimento e ir escalando seu faturamento é através do nosso serviço de containers compartilhados, o Importação Digital! Com ele você importa com um valor menor, quantas vezes quiser no ano, em nossos containers com saídas quinzenais da China.

Clique aqui e conheça o Importação Digital e Bora Importar!

Gustavo Batilani

Gustavo Batilani

Formado em Copywriting e Redação. Possui mais de 06 anos de experiência em gestão de pessoas e administração. Casado.
Gustavo Batilani

Gustavo Batilani

Formado em Copywriting e Redação. Possui mais de 06 anos de experiência em gestão de pessoas e administração. Casado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Postagens Recentes