Importação com dólar alto: 3 Cenários possíveis

Tempo de leitura: 4 minutos

Quando o dólar sobe é uma doidera para os importadores menos experientes. Aqui quero mostrar pra ti 3 cenários possíveis para importação, mesmo com dólar alto.

Para aqueles que não importam ainda, mas estão começando, é uma confusão só. 

Vou explicar agora, em rápidas palavras, o que sempre acontece. 

Nada de previsões aqui ok? Não sou futurólogo e desconfie de qualquer pessoa que tenta prever o dólar.

 PRESSÃO DO DÓLAR ALTO

Pela minha experiência, existem 2 pressões que fazem o dólar subir, e você tem que se preocupar com a segunda. 

A primeira é a macro-economia. Isso faz o dolar subir sempre, por várias questões que não vou mencionar aqui e como importador você não precisa saber, o dólar sempre sobe. 

  • No plano real era 1 por 1. 
  • Depois ficou um tempo em 2,3. 
  • Depois estabilizou em 2,7. 
  • Foi para quase 4 em 2002. 
  • Voltou para 2,3. 
  • Parou muito tempo em 2,7
  • Em 2018 ficou um tempo em 3,2
  • Depois passou de 4 e ficou em 4,3 por um tempo
  • e com a coronacrise disparou. 

Essa subida de longo prazo não é o problema, pois é lenta e gradual e dá pra se programar frente a ela. 

O problema é a segunda pressão. Que é a pressão especulativa. 

Essa enche o saco do importador. 

Pois tem a ver com política, dados econômicos da semana, saída do Moro, dados do Novo Corona Vírus, Bolsonaro, Dória, Maia, Trump… 

O dólar de hoje é regido por compra e venda, então se tem mais gente vendendo, o dólar baixa. Se tem mais gente comprando, o dólar sobe. Simples assim. 

E essa segunda pressão atrapalha, pois pense comigo: 

E se nesse momento você tem que pagar 20 mil dólares para o fornecedor chinês? O quê vc faz? 

Pode ser que de hoje para semana que vem dê 2500 reais de diferença. Para cima ou para baixo. 

A verdade é que não existe resposta para essa pergunta. Vai da sua pressa em receber o produto. Da sua estratégia.

Exemplo: 

Estratégia 1: se está com pressa, fecha logo e coloca isso na margem de lucro. 

Estratégia 2: Coloca um prazo máximo para fechar, independente do valor. Tem cliente que fecha cambio toda Segunda-Feira, independente do Cambio… assim ele pega, na média, as altas e as baixas. 

É uma estratégia! 

TRÊS CENÁRIOS QUANDO O DÓLAR SOBE FORTE

No começo do texto disse pra ti que iria dizer o quê geralmente acontece quando o dólar se comporta assim. 

Cenário 1:

Quando se está importando produtos cuja a margem de lucro é baixa e existe oferta de um produto similar com boa qualidade e abundância no Brasil, geralmente o importador para de importar com o dólar alto e passa a comprar no Brasil. 

Óbvio não é? 

Esse é o caso, por exemplo, de roupas, aço, tecidos… 

Cenário 2

Quando o produto importado tem margem baixa mas não existe produtos similares de fabricação nacional, então não há outro jeito senão repassar no preço de venda esse aumento do dólar. 

É o que acontece com os eletrônicos e artigos de informática, por exemplo. 

Cenário 3

Quando o produto tem uma boa margem de lucro, aí o importador decide, de acordo com seu marketing e fluxo de caixa, se vai absorver a alta do dólar na sua margem para continuar vendendo no mesmo preço ou se vai repassar o aumento do custo (ou parte dele), direto no preço de venda. 

É isso que sempre acontece!

DÓLAR A 6 REAIS?

Eu falei mais sobre esse tema em uma live que transmiti esses dias sobre

PRODUTOS LUCRATIVOS PARA IMPORTAR COM DÓLAR A 6 REAIS… 

Essa live estava fechada só para meus alunos, mas eu resolvi abrir ela para você ver. 

Clique aqui para assistir, vou deixar no ar por uns dias. 

Assiste e depois me diga o que achou. 

Rodrigo Giraldelli 

#ImportaçãoTodoMês

E na Quinta Feira, dia 7 de Maio às 21 horas, vou fazer uma live especial chamada TURNAROUND: como virar seu negócio de importação em tempos de coronacrise. 

Clique aqui para confirmar sua presença.