Como Importar da China pela Rakumart?

Como importar da China pela Rakumart

O procedimento de importar da China pela Rakumart é muito diferente do que acontece nas outras plataformas de e-commerce B2B internacionais. O site é novo no Brasil, porém já acumula experiência de promover trocas comerciais entre a China e o Japão.

Nesse texto você vai ver um passo a passo para realizar sua importação no site. Além disso, vai poder analisar as possíveis vantagens e desvantagens de utilizar a Rakumart no seu projeto de importação da China.

Com esses conhecimentos, tenho certeza que você terá a segurança e confiança para tomar as melhores decisões para importar da China.

O que é a Rakumart?

O Objetivo da Rakumart é ser uma ponte entre os fornecedores chineses e empresários brasileiros. Dessa forma, é uma alternativa ao comércio internacional mais tradicional. Mas o que isso quer dizer?

Quer dizer que a plataforma atua no sentido de que mais agentes de pequeno e médio porte possam participar do sistema de comércio exterior.

A Rakumart ideal para importadores que estão realizando suas primeiras importações, por exemplo. Isso por que boa parte do processo é gerenciado ou coordenador pelo site.

Então, pode ser uma boa saída para quem está começando e tem pouco conhecimento sobre o assunto.

A vantagem disso é tornar a jornada de quem importa menos burocrática.

Como se Cadastrar e Importar da China na Rakumart?

Primeiro passo é fazer o cadastro na plataforma. Sem o registro não é possível fazer uma boa busca no site. Nessa parte, algumas informações pessoais são obrigatórias. Esses campos estão sinalizados com um asterisco vermelho.

Depois de inserir todos os dados pessoais solicitados, clique no botão “Enviar Código de Verificação”. Alguns segundos depois, o número irá chegar no seu celular. Assim, basta inserir o código no campo correspondente.

Posteriormente, marque o campo de Contrato do Usuário e aperte o botão para concordar com os termos de utilização da plataforma.

Na próxima página você vai checar se os dados cadastrados estão corretos. Caso não, clique no botão e edite as informações. Todavia, se tudo estiver certinho, confirme!

Com o cadastro realizado com sucesso, você pode voltar ao site e começar a procurar os produtos. Basta fazer o login que você estará a um passo de começar a importar da China pela Rakumart.

Como Encontrar os Produtos na Rakumart?

Primeiramente, na Rakumart você procura por produto, não por fornecedor. Ao contrário das plataformas mais tradicionais.

Existem duas formas: 1) por palavra-chave, onde você digita o nome do item buscado ou; 2) por foto, inserindo no site a foto do produto procurado.

A dica é que você utilize mais a segunda opção, já que no momento a busca por foto parece oferecer resultados melhores e mais fáceis de entender.

Importar pela Rakumart: Vantagens e Desvantagens

Mas quais as vantagens e desvantagens da busca acontecer por produtos e não por fornecedores, como acontece por exemplo no Alibaba?

Essa é uma boa pergunta!

As vantagens disso são: Você não tem que perder tempo negociando com o fornecedor, nem ficar inseguro sobre se ele é confiável ou não. A plataforma é responsável por essa parte. Ou seja, você não vai precisar contratar uma inspeção de fornecedor.

Além disso, a forma de comprar é bastante similar ao que acontece nas marketplaces brasileiras de compras B2C. Ou seja, os produtos são acumulados em carrinhos de compras. Para que depois aconteça o pagamento e a confirmação da compra.

Outras vantagens são que a plataforma cuida da logística de entrega de produtos entre o fornecedor e o embarque dos produtos na China. Ela também faz os cálculos do peso e cubagem da carga, apresentando os custos ao cliente.

As desvantagens disso são: dificuldade de trabalhar com produtos personalizados, já que não existe contato direto entre o fornecedor e quem vai importar da China, pois é a Rakumart é quem faz a intermediação entre essas parte.

Dessa forma, esses são pontos interessantes que você deve levar em conta. Se, por exemplo, estiver em busca de produtos personalizados, a recomendação é ir para o Alibaba.

Entretanto, se seu objetivo é deixar a burocracia nas mãos de profissionais e lidar com o que for realmente necessário, a Rakumart é uma boa.

Escolhendo o Produto

Após encontrar o produto, você tem a opção de escolhes as características dele. Então, é possível optar por cores, tamanho e quantidade.

Um dado importante é que há um pedido mínimo para importar da China pela Rakumart. Ele é de 3 mil Renminbis, o que chega a 500 dólares, aproximadamente. A justificativa é que para valores menores que esse dificilmente a importação seria viável.

A questão da viabilidade é uma realidade dentro do processo todo de importar. Principalmente se os objetivos forem empresariais. Ou seja, de vender com lucro.

O valor total dos produtos que o site vai apresentar é o custo do produto na China. Então, nesse número não estão inclusos os gastos logísticos entre China e Brasil. Nem mesmo os valores de comissões de serviço cobrado pela Rakumart na China, por exemplo.

Esses custos só serão vistos na cotação dos produtos enviada posteriormente para aprovação. E, até a simulação ser aprovada, nenhum real sai do seu bolso.

Esse é o grande lance de importar na Rakumart. Você pode ter uma simulação de custos do seu projeto de importação da China, sem mesmo gastar um real por isso.

Além disso, pode readequá-la quantas vezes forem necessário. Ou seja, os custos só serão cobrados de você, após sua aprovação. É o máximo isso!

Simulação Aprovada!

Com a simulação de custos aprovada, você precisa realizar o primeiro pagamento, que se refere aos custos na China. Ele são:

  1. O Custo do Produto;
  2. O custo de embarque do produto;
  3. O frete doméstico na China e
  4. A comissão.

Esses valores podem ser pagos pela própria Rakumart, gerando o boleto no Ebanx ou através de transferência. Após a realização desse pagamento, os plataforma começa a realizar a compra dos produtos na China.

Embarque na Trading

Daqui pra frente, o processo de importar da China pela Rakumart segue o mesmo rito de qualquer outra importação formal. Sendo que o frete internacional é gerenciado pela China Gate.

Apesar do processo seguir o mesmo trâmite no operacional, para quem está importando há algumas diferenças. A principal delas é que você não precisa correr atrás de uma agente de cargas para consolidar sua carga e achar um espacinho no navio.

Esse ponto logístico é feito pela China Gate, que cuida de toda a parte logística internacional, entre China e Brasil. Mas, também do frete rodoviário. Esse ponto abordarei mais a frente.

A diferença aqui é que você não precisa contratar uma inspeção de produtos antes do embarque, já que a Rakumart garante a qualidade dos mesmos.

Além disso, você também não precisa se preocupar com os documentos de importação. Esse é outro ponto gerenciado pela a equipe da China Gate.

Habilitação no Radar Siscomex

Quando sua mercadoria está pronta para embarque, chega a hora de habilitar a empresa no radar siscomex. Eles são sistemas da Receita Federal que visam entender a capacidade financeira da empresa e suas atividades e, ao mesmo tempo, fiscalizar a importação.

Dessa forma, o Radar é um sistema e o siscomex é outro. No Siscomex, você pode habilitar sua empresa em três modalidades.

  1. Limitada – até R$ 50 Mil
  2. Limitada – até R$ 150 Mil
  3. Ilimitada – Acima de R$ 150 Mil

Então funciona assim. Para habilitar no limitada até R$ 50 mil, o processo de habilitação dura menos de 5 minutos. Ou seja, o processo é rápido e fácil.

Agora, para habilitar nos demais perfis é requerido alguns documentos por parte da Receita Federal. A análise dos papéis leva alguns dias para ser concluída.

Os valores de cada perfil dizem respeito ao quanto a empresa vai importar num período de 6 meses.

Para habilitação no sistema é preciso o e-CPF do sócio da empresa.

Importar da China pela Rakumart: Desembaraço Aduaneiro

O desembaraço aduaneiro é a parte os documentos de importação vão ser fiscalizados. Algumas vezes, a carga também pode ser conferida por amostragem.

E isso depende de que? Dos canais de parametrização, que são formas ou modalidades de fiscalização da Receita Federal. Então, sua fiscalização pode cair em um dos quatro canais abaixo:

  1. Verde: Conferência documental, carga rapidamente liberada;
  2. Amarelo: Conferência entre documentos e dados declarados à receita;
  3. Vermelho: Conferência documental e presencial da carga, podendo levar alguns dias e
  4. Cinza: Fiscalização rigorosa devido a risco de fraude, pode levar até 180 dias.

Se os documentos estiverem de acordo com a carga, se nenhuma informação estiver ausente, não há o que temer. Mesmo a carga caindo em canal vermelho ou amarelo, ela será liberada.

Aí você pode me perguntar: Como sei se minha carga vai cair no canal vermelho ou verde? Não é possível saber! O sistema aduaneiro segue alguns parâmetros de fiscalização. Alguns são conhecidos, outros, não.

Existem alguns mitos sobre o canal vermelho, principalmente. Quer saber mais sobre essa modalidade de fiscalização? Assista ao vídeo abaixo:

A dica é: faça tudo conforme manda as regras de importação vigentes! Além disso, se você importar da China pela Rakumart, a chance de um erro acontecer é ainda menor.

Isso por que o time da plataforma cuida de uma maneira muito próxima de todo a jornada de importação.

Quando devo Pagar os Impostos de Importação da China?

Assim que o despachante aduaneiro faz o registro da DI (Declaração de Importação), já é liberado o pagamento do impostos de importação.

Eles são 5 impostos:

  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
  • Imposto de Importação (II);
  • Programa de Integração Social (PIS);
  • Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS) e
  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)

Assim, após o registro da DI acontece o pagamento dos quatro primeiros impostos listados acima. Quando a mercadoria é liberada pela fiscalização, você deve pagar o ICMS.

Um ponto importante sobre o ICMS é que ele é estadual, devendo ser recolhido para o estado de destino da carga. Ou seja, o estado sede da sua empresa.

Por exemplo, se carga chegar pelo porto de Santos (SP), mas a empresa de destino estiver sediada em Curitiba (PR), o ICMS é recolhido então para o estado do Paraná.

Importar da China: Do Porto para Porta da sua Empresa

Após a liberação da carga pela fiscalização aduaneira, a carga é colocada em um transporte rodoviário com destino ao endereço da empresa.

Essa parte é feita pela China Gate, o que poupa trabalho e tempo para que você posso cuidar das estratégias de venda. Ou seja, não vai precisar correr atrás de uma empresa de frete doméstico para levar os produtos até você.

E aqui não tem muito segredo, basta apenas esperar a chegada dos produtos. Depois, é vender com lucro!

Agora que você sabe como importar pela Rakumart, que tal aprofundar seus conhecimentos com o Guia Definitivo de Importação da China?

Dilvo Rodrigues

Dilvo Rodrigues

Nascido nas Minas Gerais, formado em jornalismo e apaixonado por cinema. Sou pai do Francisco, prezo por uma história bem contada e tenho muito gosto por aprender coisas novas. Sou Redator na China Gate, e ajudo pessoas a tomarem as melhores decisões sobre importação da China.
Dilvo Rodrigues

Dilvo Rodrigues

Nascido nas Minas Gerais, formado em jornalismo e apaixonado por cinema. Sou pai do Francisco, prezo por uma história bem contada e tenho muito gosto por aprender coisas novas. Sou Redator na China Gate, e ajudo pessoas a tomarem as melhores decisões sobre importação da China.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Postagens Recentes

Alibaba Sem Segredos

Curso Gratuito para você que deseja começar a importar da China!