Fornecedor Chinês: 2 Dicas para conseguir bons preços!

Tempo de leitura: 6 minutos

A negociação com um fornecedor chines pode acabar se tornando uma grande dor de cabeça em diversos momentos. Afinal de contas, por ser uma negociação entre culturas diferentes acaba havendo alguns probleminhas super comuns.

De fato, o que mais acontece é ver importadores brasileiros tentando negociar com o fornecedor chinês da forma errada, seguindo caminhos que certamente não vão resultar em descontos e muito menos em uma parceria comercialmente lucrativa.

Na verdade, para conseguir bons preços você precisa aprender como fazer essa negociação da forma certa e é justamente isso que este post propõe.

Aqui, irei te ensinar 2 dicas de ouro que certamente vão te ajudar a conseguir ótimos preços na sua importação da china. Confira!

Para um fornecedor chinês, o preço possui uma relação direta com quantidade

Para os chineses em geral não existe a mínima possibilidade de que o negócio seja realizado por um bom preço sem haver uma compra em grande quantidade.

Isto é, você pode ficar negociando o dia todo, tentando abaixar o preço, fazendo mil promessas, mas mesmo assim eles geralmente só irão negociar de forma significativa caso você compre em quantidades maiores.

Portanto, nem perca o seu tempo tentando barganhar sob quantidades mínimas. Isso simplesmente não é algo natural para elas.

No fim das contas, a sua melhor chance de conseguir obter um bom desconto do seu fornecedor chinês é conseguir comprar em boas quantidades.

Através desse volume maior ele terá também a possibilidade de lhe oferecer preços melhores.

O dinheiro sempre vêm em primeiro lugar

Para um fornecedor chinês, o dinheiro sempre vêm em primeiro lugar

Ah, muito embora essa não seja uma das 2 dicas que mencionei no começo deste texto, é preciso ter em mente que para os Chineses o dinheiro sempre vem em primeiro lugar.

Tal coisa não significa que elas são obcecados por isso, mas sim que eles não são muito abertos a fazer grandes negócios logo de cara.

Ou seja, é preciso fazer uma primeira compra, criar uma relação comercial e a partir daí ir desenvolvendo-a até o ponto que torne-se possível negociar melhores preços.

Sem dúvida alguma, criar essa relação de confiança entre ambas as partes é fundamental para os Chineses, pois eles precisam ter a certeza de que o comprador é uma pessoa séria e que vai manter negócios por muito tempo.

Até porque, sendo eles exportadores chineses, ouvir promessas de compras ou de negócios incríveis é super comum. Eles simplesmente não se iludem mais com isso.

Se você quer ter bons preços, foque na quantidade e faça o primeiro negócio para somente depois disso começar a negociar.

Qualidade mais baixa, preço mais baixo

O outro ponto fundamental na negociação de compras para importação da china diz respeito a qualidade.

Naturalmente, é óbvia a existência da relação entre qualidade e preço, visto que quanto menor é a qualidade de um produto maior é a sua tendência de apresentar um preço baixo.

Entretanto, na China isso acaba sendo muito evidenciado.

Certa vez em uma visita a uma feira negociei com um comerciante a compra de 3000 SmartWatches por U$6, sendo que o valor original do produto era de U$7,50 ou algo próximo a isso.

Ele falou que iria pensar e depois entraria em contato. Ao fim do dia, o mesmo comerciante propôs a venda dos mesmos relógios pelos U$6, com a diferença de que seria utilizado um chip inferior ao que normalmente se utiliza.

Todas as funcionalidades seriam mantidas e o produto ficaria apenas um pouquinho mais lento.

Acredite:

Na China eles sempre estarão dispostos a mexer um pouquinho na qualidade do produto para conseguir fechar novos negócios e você certamente pode usar isso para conseguir importar com preços mais interessantes.

Mas é importantíssimo ter em mente que o tempo de se importar produtos por U$5 e vender aqui por R$100 já passou. É preciso aprender a jogar com as novas regras de um mercado mais inteligente e competitivo.

Questões cambiais

Outra forma de conseguir bons preços na importação da china é por intermédio das questões cambiais.

Imagine que o dólar tenha subido muito aqui no Brasil, o que pode não ter acontecido lá na China em virtude das especificidades da Moeda local.

Nesse caso, é totalmente possível negociar preços melhores por conta dessas questões, mantendo uma boa ética e transparência e explicando adequadamente para o seu exportador por quais motivos a sua proposta é interessante para ambos.

Tal ação tem muitas chances de dar certo e pode lhe fazer conseguir bons descontos em épocas de volatilidade da moeda.

Dica Bônus: Não tenha preguiça de pesquisar preços no Alibaba para encontrar um bom Fornecedor Chinês.

Pesquisar preços é fundamental pra encontrar um bom fornecedor chinês.

O Alibaba pode ser um verdadeiro sonho para quem está começando a exportar, assim como também pode se transformar no maior dos pesadelos.

Afinal de contas, existem simplesmente centenas de ofertas de produtos iguais com preços completamente diferentes.

Em outras palavras, se você não tiver o cuidado necessário, existem grandes chances de perder dinheiro comprando produtos mais caros do que o necessário.

Por conta disso, a minha principal recomendação aqui é de que você não tenha preguiça de pesquisar preços e negociar no Alibaba.

Converse com os anunciantes, veja se existe margem para negociação, verifique se a qualidade pode ter alterada, quais são os preços que ele pode fazer para determinadas quantidades e assim por diante.

Quanto mais você pesquisar maiores são as chances de que consiga acabar encontrando uma excelente oportunidade para importar produtos da china!

Conclusão

Agora que você já sabe exatamente o que fazer para conseguir obter ótimos resultados em relação aos preços em um processo de importação.

Sempre priorize a quantidade, uma construção de relação comercial, a negociação de qualidade e por fim aposte em outros aspectos.

Negociar de acordo com a cultura do exportador fará com que haja uma conexão entre ambos e todo o processo se tornará mais fácil e barato.

Se este post te ajudou, compartilhe ele em suas redes sociais. Fazer isso nos ajudará a alcançar cada vez mais pessoas que estão desejando importar produtos da china e não sabem como fazer isso.

Se precisa de ajuda para importar da China, abra um atendimento com a gente clicando aqui.