Por que Importar da China?

Tempo de leitura: 6 minutos

Acredito que todo empresário já deve ter se perguntado por que importar da China seria um boa saída para o negócio. O país asiático apresenta uma série de oportunidades de investimento em vários tipos de produtos, não apenas para empresários brasileiros. Mas, para comerciantes e empreendedores de todo o planeta.

Se você der uma volta pelo comércio da sua cidade e começar a reparar a origem dos produtos que você, seus amigos e sua família consome, vai notar que muitos deles vem da China. Essa uma informação que diz duas coisas, no mínimo. A primeira delas é que Importar da China é possível. A segunda, importar pode ser lucrativo.

Caro importador, ainda lhe digo mais. Essa informação também está dizendo que talvez você esteja assistindo o trem passar, sentado num banco de uma estação qualquer. Ou seja, será que não está na hora de conseguir uma passagem e ver o que é possível tirar de proveito dessa viagem?

Nesse texto, vou mostrar alguns motivos que explicam o por que você deve importar da China. Então, se acomode na poltrona que o trem já vai partir.

O Mercado Chinês é Inovação

Os chineses tem na inovação uma das bases das suas atividades econômicas. Nas últimas décadas, o governo chinês vem investindo pesado no desenvolvimento de tecnologias e ciência. Não para por aí. Os empresários tem acesso a bons programas de incentivo ao empreendedorismo, em diversos ramos e segmentos.

Só isso já jogaria por terra o argumento do que na China só existe produto de má qualidade. Mas também gostaria de ressaltar a quantidade de empresas chinesas que são destaques no ramo tecnológico, se posicionando entre as maiores companhias do mundo. Dessa forma, podemos destacar o Grupo Alibaba e as marcas Xiaomi e Baidu, apenas para citar três.

Então, caro importador, investir em produtos de qualidade tecnológica pode ser um grande diferencial para seu negócio. Mesmo por que o Brasil é um país que tem um déficit enorme de produção desses produtos e equipamentos. Ou seja, para dar conta da demanda do mercado interno é preciso que o país recorra às importações.

Pense nisso!

Flexibilidade na Negociação

Não sei se você já fez pesquisa fornecedores, preços e produtos no Alibaba. Mas, se fez, deve ter reparado em um detalhe. Os preços praticados pelos fornecedores chineses não é fixo. Ou seja, o que eles colocam na plataforma é uma faixa de preço pago por cada produto. O que significa isso?

Ora, o fabricante está dizendo para você: “Meu amigo, se você importar 10 produtos o preço é X por produto. Mas, se você fizer um pedido de 50 itens, cobro o valor X dividido por 2.”. Quero dizer com isso que quanto maior o volume do pedido, menor é o custo por produto. É claro que isso depende do quanto o importador tem para investir e, também, da negociação com o fornecedor.

Além disso, é possível negociar prazos e parcelas de pagamento, à partir do pedido e da entrega do produto. Por exemplo, você pode pagar 30% do valor já na formalização do pedido. O restante, na entrega da carga. Mas preciso dar uma dica: Se informe e aprenda como os chineses negociam, a abordagem na negociação é um fator importante para conseguir melhores condições de compra.

Essas situações falam muito da flexibilidade e da experiência dos chineses sobre a realização de transações como essa. Sem dúvida, é muito possível tirar vantagem desse cenário.

Evitar problemas com Fornecimento

Um argumento importante para responder a pergunta de Por Que Devo Importar da China é o cuidado com fornecimento de produtos e com o estoque. Além disso, o estoque dialoga com o tópico anterior.

O investimento na compra de um bom volume de produtos permite maior autonomia frente a possíveis oscilações de preço e de disponibilidade de produtos no Brasil. Além disso, você não pode correr o risco de faltar no estoque um item muito procurado por seus clientes. Se isso acontecer, pode ter certeza que eles vão correr para seu concorrente.

Por outro lado, caso você queira investir em produtos sazonais, é preciso planejar a importação com bastante antecedência. Então, por exemplo, se sua ideia é importar produtos para o natal, é preciso agir mesmo antes do meio do ano.

Importar da China produtos Exclusivos

Alguns produtos disponíveis no mercado chinês não existem no Brasil. Além disso, você pode importar esse item com o logo da sua marca. Dessa maneira, ficará conhecido por oferecer um produto exclusivo no mercado.

É claro que, possivelmente você terá de proceder com a homologação do produto perante alguma agência reguladora brasileira. Entretanto, será que mesmo assim não compensa fazer o investimento. A dica aqui é fazer um estudo de viabilidade do produto, colocar tudo na planilha de custos de importação.

Existe ainda a possibilidade de personalizar a fabricação do produto, isto é, você solicita ao fabricante que o produto tenhas especificações exclusivas. Além disso, os chineses são capazes de customizar embalagens com o logo que o importador deseja.

Eu acho isso demais!

Aí você pode me perguntar: “Dilvo, qual a melhor maneira de importar aproveitando todas essas oportunidades e, ao mesmo tempo, ter custos reduzidos no processo de importação?”

Você já conhece o Importação Digital?

O Importação Digital, também conhecido como ID, é o serviço no qual você tem acesso ao container compartilhado da China Gate. Nessa modalidade de importação, você pode trazer cargas de pequenos volumes. Entretanto, o volume mínimo necessário é de 1 metro cúbico. E quanto custa?

O importador paga 247 dólares*, por cada metro cúbico ocupado na unidade. Entretanto, já estão inclusos nesse serviço os custos do despachante aduaneiro, e as demandas burocráticas pelas quais a carga vai passar. Ou seja, o importador vai precisar se preocupar apenas com a busca, a negociação e o pagamento dos fornecedores na China.

Quer mais? Você ainda terá acesso a 10 planos de negócios com os produtos mais promissores e lucrativos para importar da China. E terá habilitação do seu Radar Siscomex totalmente sem custos.

*Valor praticado em Abril de 2021, sujeito a reajuste a qualquer momento.