Importar da China: 5 Verdades que Ninguém Conta

Tempo de leitura: 6 minutos

Você já deve ter ouvido por aí algumas histórias que os importadores contam sobre importar da China. Muitas delas são mitos e meias verdades. Algumas são mesmo verdades, já alerto!

Por exemplo, será que ao fazer a importação existe a possibilidade da carga ser extraviada? Há risco de perder a mercadoria na fiscalização aduaneira? Os produtos sempre sofrem avarias durante o frete? Vou cair no canal vermelho na minha primeira importação da China?

Quer saber a verdade sobre todas essas perguntas e importar da China sem medo algum? E ainda, ter lucratividade?

Vem comigo, importador.

O Canal Vermelho não é um Bicho Papão

A Receita Federal tem um formato de fiscalização que classifica as cargas importadas em 4 modalidades de conferência. É o que eles chamam de seleção parametrizada. Esses canais são simbolizados pelas cores verde, amarela, vermelha e cinza, sendo utilizados para quem importa com foco empresarial, com CNPJ e tal. Quer saber o que significa cada uma dessas cores? Assista ao vídeo abaixo.

Mas qual é a verdade do canal vermelho? A verdade é que sua carga pode “cair” lá tanto na primeira quanto na décima importação. E, isso depende dos critérios aplicados pela Receita Federal. Por exemplo, vamos dizer que você tem costume de importar da China 3 contêineres de brinquedos por semestre. Mas, decidiu que a partir de agora irá trazer 6 contêineres.

Dessa forma, essa mudança pode ser vista como um desvio de padrão, o que vai chamar atenção dos fiscais. Por isso, sua carga cai no canal vermelho, demandando um pouco mais de tempo para liberação no terminal de cargas para o frete. Sem dúvida, esse tempo a mais pode encarecer um pouco os custos de armazenagem da carga aqui no Brasil.

Todavia, a carga é liberada se os documentos de importação estiverem corretos, correspondendo exatamente ao que está na embalagem. Ou seja, é tudo apenas uma questão de tempo.

Por isso, fique tranquilo!

Você não corre Risco de Perder a Carga no Porto ou Aeroporto se Importar da China

O compositor e maestro Tom Jobim tinha mania de dizer que o Brasil não é para amador. Acredito que podemos estender essa reflexão para o processo de importar da China. Ou seja, é uma tarefa complexa importar qualquer produto de qualquer lugar do mundo e trazer ao Brasil. E, que pode trazer muitos prejuízos se mal conduzida.

Por isso, você não corre risco de perder a carga na Receita Federal se estiver estabelecendo parcerias com profissionais qualificados e experientes. Por exemplo, o importador deve sempre conferir a documentação quando vai importar. Além disso, a figura do despachante aduaneiro é muito importante nessa fase. Dessa forma, contrate alguém de confiança.

E aqui, voltamos a questão do canal, abordada no tópico anterior. Só que numa tentativa de fraude, sua carga não vai para o canal vermelha. Ela segue para o cinza. E aí, bicho pega sim. Por isso, contrate um despachante aduaneiro ou uma trading de confiança!

É muito Difícil Ocorrer Extravio de Carga

Importar da China é um processo que envolve muitos agentes. Quero dizer, tem muita gente tomando conta da carga. Sendo que a todo momento, desde o embarque da China até a chegada ao porto no Brasil, ela passa por um processo bastante sistematizado de trabalho. Além disso, uma vez no Brasil, a mercadoria é alvo de um processo rigoroso de fiscalização.

Dessa forma, as possibilidades de extravio são muito reduzidas. Então acredito que deixar de importar da China por causa do risco da carga ir para outro lugar é um argumento que não cola.

O Produto pode Chegar com Avarias?

Sim, essa é uma verdade. Você pode ter perdas na carga devido a uma série de motivos. O primeiro deles, é se os produtos não atendem a especificação que você contratou com o fornecedor na China. Para resolver essa questão, sempre recomendamos que o importador faça uma inspeção no fornecedor, antes de fechar negócio. Isso pode lhe dar mais conforto e segurança em todo processo.

Além disso, a carga pode sofrer avarias devido às próprias condições do frete. No avião, pode ter impactos de diversas formas, devido à movimentação causada pela velocidade da aeronave. No navio, também podem acontecer questões de impacto e acomodação errada dos produtos dentro do container.

Nesse caso, a solução é contratar o seguro. Com ele, você pode ser ressarcido por eventuais danos causados no frete. Além disso, o valor do seguro é bastante acessível, por isso, recomendo fortemente que você faça a contratação desse serviço.

O Custo para Importar da China pode aumentar no meio do Processo

O grande vilão dessa história é a variação da taxa de câmbio. Quando você concretiza o negócio com o fornecedor, geralmente é feito um adiantamento. O restante do pagamento deve ser feito após o envio dos produtos ou depois de 30 dias do primeiro acerto. Então, nesse meio tempo, pode acontecer uma variação na cotação do dólar para mais ou para menos. E, isso impacta diretamente nos custos de importação.

Mas não é só isso, importador. Alguns impostos e despesas aduaneiras também podem variar conforme a taxa de câmbio. Na Importação Digital, por exemplo, o seguro é baseado nessa taxa. Por outro lado, na Importação Container Completo, o frete e as taxas da Marinha Mercante também dependem da variação do dólar.

Dessa forma, é importante que você tenha uma certa margem de manobra para absorver essas alterações. E, posteriormente, incluí-las na margem de venda dos produtos.

Para importar da China sem correr riscos, indico que você busque uma consultoria de confiança. O Importação Digital é uma modalidade de importação da China ideal para o empresário que deseja se tornar um importador.

Você já Conhece o Importação Digital?

Nesse serviço, tem a disposição do time de consultores e especialista da China Gate. Eles cuidam de todo o processo burocrático da importação. Por sua vez, o importador fica responsável por encontrar, negociar e pagar os fornecedores na China.

Com o Importação Digital você não precisa contratar despachante aduaneiro, já que nós cuidamos de todo o desembaraço aduaneiro. Outra boa vantagem é que você pode realizar importações de pequeno porte, pagando pelo espaço mínimo de 1 metro cúbico o valor de US$ 247.

Além disso, ganha uma série de bônus como habilitação do radar Siscomex, e 10 planos de negócios com dicas dos melhores ramos de atuação.

Bora importar?