Como Importar da China no Atacado: 5 Conselhos Imperdíveis

Alguns conselhos para importar da China no atacado poderiam ajudar muitos importadores ou importadoras por aí. É o seu caso? Um coisa que eu gostaria de dizer é que a importação é um processo longo e burocrático. Dessa forma, o que você acharia de receber um conselho para cada fase de uma importação empresarial? Seria legal?

Eu acredito também que seria massa! Então é isso que eu vou apresentar nesse texto. Ou seja, um conselho para cada passo da importação. Além desses conselhos de ouro, o importador irá conhecer outras dicas para importar da China com tranquilidade.

Fique tranquilo não vou cobrar nada por isso! Por via das dúvidas, vou deixar o número do meu Pix no fim do texto.

Então, vamos ao que interessa?

Como Escolher um Bom Produto para Importar da China?

Primeiro, é preciso decidir com qual produto o comerciante ou empresário que está lendo esse texto quer trabalhar. Costumo sempre indicar que essa decisão seja motivada por uma combinação de paixão e conhecimento de causa. Vou explicar melhor.

Imagine que você é um apaixonado por construção civil e trabalha nessa área há muito anos. Então, você é o cara que entende de todas as fases de construção de uma edificação. Conhece os materiais, os melhores processos, tem contato com diversos profissionais que atuam na construção civil.

Agora, se imagine indo trabalhar com brinquedos para crianças. Você entende alguma coisa de mercado infantil? Gosta de crianças? Entende as demandas delas? Tem contato com crianças? Os brinquedos infantis são itens que tocam lá no fundo do seu coração?

Então, a pergunta que você deve sempre se fazer é: qual é o melhor produto da China para meu negócio, para mim? Esse meu conselho. Um conselho em forma de pergunta!

Qual o Melhor Fornecedor para Importar da China no Atacado?

O melhor fornecedor para comprar produtos da China é aquele que tem produtos de qualidade, entrega no prazo e faz um precinho camarada na negociação, né não!? Conselho adicional: Negociar com os chineses passa longe de ser igual a maneira que fazemos no Brasil.

Então, não espere encontrar um cenário totalmente favorável às suas vontades. Ou seja, na China não existe essa máxima de que o cliente tem sempre razão. Então, não julgue o fornecedor por não atender suas vontades e ter uma cultura de negociação diferente.

Dessa forma, o melhor fornecedor de produtos da China reúne as seguintes características:

  • Tem o produto adequado para a demanda do importador;
  • Disponibiliza informações sobre a empresa no Alibaba;
  • Entende profundamente o produto vendido;
  • Está bem rankeado na plataforma de vendas;
  • Recebeu bons comentários de compradores;
  • Tem um número considerável de produtos já vendidos e
  • Já recebeu uma inspeção nas dependências.

Uma coisa que precisa ficar clara aqui é que não existe um fornecedor ideal, perfeito. Pois, o que pode ser ótimo para mim, pode ser ruim para você. Por isso, desconfie de listas de fornecedores promovidas na Internet. Entretanto, esse ainda não é um dos conselhos para importar da China no atacado.

O melhor fornecedor é aquele que você tem elementos suficientes para confiar.

Como conseguir esses elementos? Verifique se ele recebeu uma inspeção recente ou então contrate o serviço você mesmo. Quer saber mais detalhes sobre a importância da inspeção no fornecedor? Esse vídeo vai te ajudar.

Dessa forma, antes de fazer pagamentos ao fornecedor ou mandar qualquer dinheiro para China, certifique-se de que a pessoa do outro lado seja de confiança.

E para Embarcar os Produtos, tem algum Conselho?

Vamos a outro exercício de imaginação? Imagine-se negociando com o vendedor chinês. O importador já fez inspeção, conheceu o produto de perto com uma amostra e talz. E aí você pergunta assim ao fornecedor: Você pode entregar a carga no porto de Yiwu? O fornecedor vai dizer sim, vai mandar os produtos lá na data combinada. Só Felicidades, né!?

Só que não! O fornecedor vai mandar a carga lá, mas quem vai receber os produtos no armazém? Quem vai colocar sua compra no container ou no avião, checar a documentação e enviar para o Brasil? Pois é!

Conselho número três: Contrate um agente de cargas antes que os produtos sejam enviados ao armazém!

Como ja disse, o processo de importação é bem burocrático aqui no Brasil. Então, antes mesmo da carga chegar aqui é preciso tomar conta de alguns requisitos no embarque da carga. Além disso, a própria China tem suas burocracias para embarcar os produtos. Mas nada se compara ao que existe no nosso país.

Dessa forma, o agente de cargas atua nesse sentido, promovendo as condições para que os produtos sejam embarcados com tudo certinho para viajar até o Brasil.

E depois que a carga já está vindo, preciso contratar mais alguém?

Você Precisa Contratar um Despachante Aduaneiro?

Eu considero o despachante aduaneiro O cara da importação. A atuação desse profissional é fundamental para que a carga saia do porto, legalizada e vá direto para o endereço da sua empresa.

Esse profissional atua diretamente com a Receita Federal, repassando as informações e toda a documentação exigida para a entrada dos produtos no país. Por exemplo, é o despachante aduaneiro quem registra a declaração de importação. Então, o que mais esse profissional faz?

  • Envia os documentos para fiscalização na Receita;
  • Paga os encargos financeiros do transporte entre China e Brasil;
  • Verifica o Enquadramento tributário dos produtos;
  • Pode realizar o pagamento dos impostos de importação e
  • Pode acompanhar os fiscais da receita na fiscalização.

Para que isso aconteça, é claro que você precisa antes ter habilitado o Radar Siscomex da sua empresa, tornando ela uma importadora junto aos órgãos oficiais brasileiros. Somente a importação simplificada dispensa a necessidade de Radar, Siscomex e de despachante aduaneiro.

Então para ficar registrado o conselho número 4:

Habilite o radar e siscomex e contrate um despachante aduaneiro. Faça isso com antecedência. Ok?

Para saber mais sobre como tornar sua empresa um importadora, toque aqui.

É Possível Importar no Atacado em Container Compartilhado LCL?

Quando a gente pensa em compra no atacado, vêm a mente um volume muito grande de mercadorias, não é mesmo!? E, isso é muito lógico por que quem compra no atacado quer ter estoque. Mas, principalmente, que reduzir o custo unitário do produto. Dessa forma, a gente já imagina um contêiner inteiro abarrotado de produtos.

Porém, muito importadores têm pouco dinheiro para fazer a importação. Ou, por outro lado, podem estar importando produtos pouco volumosos, que dificilmente vão abarrotar uma unidade. Então, surge com isso a possibilidade do contêiner compartilhado.

O Conteiner compartilhado tem muitas vantagens. A principal delas é a queda do preço do frete. Nesse tipo de serviço, o importador paga apenas pelo espaço utilizado na unidade. O valor incide sobre o peso ou o volume da carga.

Por outro lado, o importador ainda precisa lidar com as flutuações de custo do frete, já que o valor pode alterar de um dia para o outro. Além disso, no contêiner compartilhado temos o grande vilão da importação de pequeno porte, a armazenagem. Assim, o importador também precisa arcar com esse custo!

Então, a dica que fica é sobre a importância de estudar a viabilidade da importação e buscar alternativas para baixar ou ter mais controle dos custos.

E é possível importar da China com maior previsibilidade de custos e com lucratividade.

Importação Digital: O Container Compartilhado China Gate

Ao contrário do contêiner compartilhado LCL, no Importação Digital você importa da China com uma previsão de custos muito maior. No ID, você também paga pelo espaço ou peso utilizado pela carga no interior da unidade. Entretanto, o custo é fixo. Ou seja, você não fica refém da cotação do dia. Quanto cobramos então?

O limite mínimo de espaço é 1 metro cúbico, sendo que por cada metro cúbico ocupado o valor é de 247 dólares*. Além disso, é cobrado mais 10% do valor da carga a título de frete. E como você pode utilizar o ID? Com um assinatura anula, no valor de 997* reais você pode fazer quantas importações quiser durante a vigência do plano.

Nesse valor está incluso:

  • Recebemos sua Carga na China;
  • Desembaraço aduaneiro em solo brasileiro por nossa conta;
  • Despesas de armazenagem estão inclusas no serviço;

E você ainda leva de bônus:

  • 10 planos de negócios para inspirar quem ainda não sabe o que importar da China;
  • Curso de Importação Simplificada gratuito e
  • Habilitação do Radar e Siscomex sem custo.

Além disso, pode fazer quantos estudos de viabilidade, ou seja, quantos custeios de produto quiser. Se você assinar nosso plano e em 60 dias não for importar, nós reembolsamos o dinheiro investido.

*Valores praticados em julho de 2021, sujeito a alterações sem aviso prévio.

Dilvo Rodrigues

Dilvo Rodrigues

Nascido nas Minas Gerais, formado em jornalismo e apaixonado por cinema. Sou pai do Francisco, prezo por uma história bem contada e tenho muito gosto por aprender coisas novas. Sou Redator na China Gate, e ajudo pessoas a tomarem as melhores decisões sobre importação da China.
Dilvo Rodrigues

Dilvo Rodrigues

Nascido nas Minas Gerais, formado em jornalismo e apaixonado por cinema. Sou pai do Francisco, prezo por uma história bem contada e tenho muito gosto por aprender coisas novas. Sou Redator na China Gate, e ajudo pessoas a tomarem as melhores decisões sobre importação da China.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Recentes

Alibaba Sem Segredos

Curso Gratuito para você que deseja começar a importar da China!