Caito Maia: Um empreendedor de sucesso

Tempo de leitura: 17 minutos

Quando ficamos sabendo de uma história de um empreendedor de sucesso, nem nos damos conta do que está por trás, principalmente em relação ao que fez para chegar onde está. Ao estudarmos na prática histórias assim, geralmente nos inspiramos nessa trajetória, inclusive aplicamos ideias e estratégias ao nosso negócio.

sucesso

E uma dessas histórias é de Caito Maia, muitas vezes chamado de empreendedor Rock and Roll, ousado e irreverente, que em 1997 criou a Chilli Beans, a maior marca de óculos e acessórios da América latina. Que conta hoje com mais 804 pontos de vendas, espalhados em mais de 8 países. Com um faturamento de mais de 700 milhões de reais e com mais de 3.500 colaboradores. 

Talvez você se pergunte: por que empreendedor rock and roll? Porque, na verdade, o seu sonho era se tornar um astro da música e acabou se tornando um dos empreendedores de mais sucesso no Brasil. 

Aqui, você vai conhecer um pouco da sua trajetória.

Conheça esta história de sucesso

Caito Maia, ou melhor, Antônio Gomes Pereira Filho, nasceu em 1969, em São Paulo, e seu maior sonho era estudar música nos EUA, mas era muito caro e seu pai não tinha condições. E como desde cedo já tinha uma veia empreendedora, guardou dinheiro, vendeu o carro e foi. 

empreendedor de sucesso

E por falar em seu pai, foi ele quem ensinou a Caito as primeiras noções de música, e justamente daí que veio a sua energia, contrabalançando com uma personalidade mais disciplinada, herdada da mãe. Ou seja, Caito Maia é uma mistura de energia, vitalidade, irreverência e muita disciplina.

Quando adolescente, Caito pesava 135 quilos e mesmo assim era ligado nos esportes, principalmente o basquete.

Fez a faculdade de música em Berkeley, Estados Unidos. E durante esse período, lavou pratos, trabalhou como garçom, e conseguiu formar três bandas, inclusive assinando contratos com gravadoras. Só que não deu muito certo. E depois de 7 anos nos EUA, resolveu emagrecer e perdeu em torno de 50 quilos em seis meses, e ele mesmo diz que isso trouxe disciplina.

Inclusive a sua banda, em 1996, foi indicada a uma das categorias do prêmio Vídeo Music Brasil, da MTV. Só que ele percebeu que era realmente difícil viver da música e muito menos ganhar dinheiro. 

Foi então que ele se mudou para a Califórnia e comprou 200 óculos em um camelô, e assim aflorava sua veia empreendedora. E na verdade ele não vendia óculos e sim uma peça da moda para pessoas com diferentes estilos.

Trouxe tudo para o Brasil e segundo ele mesmo diz, “não sobrou nem um parafuso de óculos”. Ou seja, as pessoas compraram tudo. Ele fez isso várias vezes, pagava todos os impostos certinhos e foi aí que começou a pensar em dar um passo maior…

Como tudo começou

Depois de idas e vindas dos Estados Unidos, ele resolveu literalmente bater na porta das empresas. E foi quando Tufi Duek, da marca Forum, fez a ele um pedido de 18 mil peças. Acontece que ele não tinha dinheiro para atender a esse pedido. E o que aconteceu?

Tufi Duek adiantou o dinheiro. Foi então que ele abriu uma empresa de atacado, a Blue Velvet, uma atacadista de óculos, que marcou a entrada de Caito Maia no mundo dos negócios. Chegou a ter 250 clientes e estava dando super certo. O problema é que dois desses clientes não pagaram e Caito quebrou. 

Então, ou ele voltava para a sua banda, chamada Las Ticas Tienen Fuego, ou ia para o Mercado Mundo Mix. A solução foi abrir um estande no Mercado Mundo Mix, até para vender o estoque que havia sobrado. 

Caito percebeu que nesse Mercado, as pessoas não estavam preocupadas com o produto que você vendia e sim com a marca em si. 

Foi aí que a Chilli Beans surgiu, com um estande no Mundo Mix, em São Paulo. E depois, um espaço na Galeria Ouro Fino, também em São Paulo. E em 2000, lançou seu primeiro quiosque, no Shopping Villa Lobos (SP).

Viu oportunidades em fracassos

Muitas pessoas desistem após um fracasso, mas com Caito Maia foi diferente. Com a habilidade de unir pessoas com o mesmo sonho, foi possível transformar a Chilli Beans no grande negócio que é hoje. Mas lembre-se que as adversidades fazem parte de qualquer negócio, e cabe a cada empreendedor transformá-las em bases sólidas e duradouras.

E a partir de um fracasso no início de sua trajetória, que foram estabelecidas a base para o negócio de sucesso. E isso graças à habilidade que ele tem de conectar pessoas aos seus sonhos, a habilidade de fazer com que todos sonhassem o mesmo sonho e juntos construíssem um grande negócio. 

A grande questão é que o negócio passou a andar muito mais rápido e o fluxo de caixa não acompanhou, pois pagava à vista seus fornecedores e vendia a prazo no atacado, às vezes até seis meses para receber. Como já foi dito, dois clientes não pagaram e ele quebrou.

Mercado Multi Mix

A partir do momento que montou o estande no Mercado Multi Mix, um mercado itinerante para vender roupas e acessórios e foi aí que Caito aprendeu a se relacionar com cliente, a expor os seus produtos, e que fez contatos importantes que mantém até hoje. E assim, aprendeu na prática toda a arte da venda.

Vale lembrar que por se tratar de um mercado itinerante, viajava para outros lugares e Caito desenvolveu um material prático: era um case de teclado colocado sob um tripé e quando abria, tinha um espelho na tampa e todos os óculos, era uma loja. Logo ficou conhecido como o “cara dos óculos”. 

E também se deu conta da importância da marca, que um produto sem marca não é nada, marca tem vida longa, indo em busca de um nome. Como é apaixonado por pimenta, e queria um nome que fosse simpático, falado no mundo inteiro e com um logo interessante, e assim surgiu a marca Chilli Beans.

marca de sucesso

A primeira loja era apenas em um espaço de 18 metros quadrados, na Galeria Ouro Fino. 

Caito não vendia apenas óculos, mas estilo, história e personalidade. E justamente isso que despertou o interesse de mais e mais pessoas, tanto que se formavam filas gigantescas na porta da loja. 

Qual é o seu diferencial

Um de seus maiores diferenciais é que ele se preocupou desde o início com a identidade da marca, sempre agregando valor aos seus clientes. E a identidade e construção da marca é o que faz um negócio crescer, independentemente do tamanho, vital para qualquer empreendimento.

O próprio Caito fala que por trás daquela loja existe um conceito, uma história, que ela não foi criada em um laboratório.

O DNA da marca é proporcionar ao cliente uma experiência marcante. E daí é que surgiu o formato da loja, pois ele pensou que a venda de óculos estava muito mais associada ao universo da moda e não de uma farmácia.

A loja do sucesso

Por isso que sua loja é sem bancada, sem um homem de jaleco branco resolvendo o seu problema, não tem vitrine, tem uma série de óculos self-service, onde o cliente olha e experimenta, ou seja, tudo é pautado na experiência. E tudo que a Chilli Beans faz é com base na experiência.

loja chilli beans

O principal objetivo de todas as campanhas era de alguma forma tocar no cliente, seja de uma forma positiva ou negativa, mas a ideia é que todos de alguma forma comentassem sobre a marca ou pelo menos fazer com que pensassem.

Tudo dele está focado na marca, onde o pulo do gato aqui não é vender o produto e sim uma história. Por exemplo, cada óculos tem a sua própria história. Você pode encontrar milhares de óculos para comprar no mercado, mas na Chilli Beans você compra uma história. Além do estilo de identificação que gera conexão com as mais diferentes idades.

Muitas das suas estratégias estão baseadas em storytelling, que é basicamente contar histórias. E as pessoas adoram ouvir essas histórias e isso inclusive é uma ferramenta poderosa para as vendas. De fato, ele vende história para pessoas que estão em busca de sua própria personalidade e história.

Para os novos empreendedores, vale a pena pensar no seguinte, que é o que o Caito fala: se você é uma marca que conta a verdade, as pessoas sentem isso. E se você não der vida à marca, corre o risco de simplesmente morrer. E uma outra questão fundamental: mesmo as coisas indo bem, sempre as questione e saia de sua zona de conforto. É como se as coisas estivessem se transformando constantemente. 

Desafios para o sucesso

É unânime que o maior desafio de um empreendedor é o crescimento. É tudo novo, problemas que nunca tinham surgido antes. E com Caito Maia, não foi diferente, e a cada desafio, buscava encontrar uma solução.

De um pequeno estande no Mercado Mundo Mix aos corredores de shoppings e marcando sua presença em mais de 8 países. 

O que ele havia passado na época da Blue Velvet lhe serviu de inspiração, e percebeu a importância do controle financeiro.

Só para você ter uma ideia, a marca explodiu em poucos anos e isso se deve principalmente a um produto acessível e a uma loja fácil. Como não tinha muito dinheiro para investir, surgiu a ideia do quiosque e isso fez com que expandisse muito rápido. 

quiosque chilli beans

Os quiosques

Ele queria que o quiosque não houvesse barreiras e que o cliente pudesse experimentar os óculos da mesma maneira que o Mercado Mundo Mix.  Depois disso partiu para as lojas de shoppings e a estreia foi no shopping Ibirapuera. Em 10 anos, a Chilli Beans já tinha 200 lojas espalhadas pelo país, mas eles ainda não tinham noção até onde poderiam chegar.

Mas também é crucial contar com pessoas envolvidas com a marca, onde os vendedores e toda a equipe de logística fazem toda a diferença.

A Chilli Beans é a única marca do mundo que lança modelos novos a cada semana. Isso significa que a cada semana o cliente se depara com uma loja nova. E como ele não se prende a um produto específico, é mais uma prova do potencial e força da marca, o que aumenta ainda mais o engajamento.

Vale lembrar que o combustível para enfrentar os problemas é ter amor e paixão pelo que se faz. Isso faz com que todo empreendedor lide com qualquer desafio com muito mais facilidade e consequentemente, encontre a solução.

E os desafios só aumentam e é preciso ter sensibilidade de usar o feeling para a tomada de decisões, e é muito importante ter um time de excelência para dar todo suporte. Tanto que quando Caito resolveu vender 29% de parte do negócio, tomou essa decisão junto com a sua equipe e não sozinho.

Por mais que se considere uma parte importante, não construiu nada sozinho e por isso que reconhece tanto o valor de seus colaboradores.  

Quando ele vendeu, separou cerca de 35% do que recebeu e dividiu entre toda sua equipe. Ele reforça e reconhece a importância de cada um e exatamente por isso que fez essa divisão.

Aprender com as dificuldades

O fracasso no início da carreira empreendedora de Caito Maia foi algo muito marcante, mas ele soube tirar uma lição de tudo isso, ou seja, ele transformou essas dificuldades em uma forma para alcançar o seu sucesso, exatamente para não correr o risco de cometer os mesmos erros novamente.

E uma frase se aplica muito bem nesse caso: o fracasso do passado pode ser a ponte para o sucesso do futuro.

Quando a Blue Velvet quebrou foi principalmente por Caito não entender nada de finanças, e tirou uma lição do que havia vivenciado e ficou bem mais atento a todas as dificuldades para não colocar novamente tudo a perder.

superar dificuldades para o sucesso

E à medida que foi crescendo, principalmente como aconteceu com a Chilli Beans, Caito com base na sua experiência, passou a investir em profissionais para cada área. E o que facilitou muito é que Caito sempre foi uma pessoa de decisões rápidas e que a equipe era muito unida, como uma família mesmo.

Mas uma coisa foi fundamental para Caito dar a volta por cima: a humildade. Ele escuta as pessoas e talvez esse seja um dos pontos que permitiu que a empresa crescesse, pois tudo é resolvido em grupo, é claro que sob a sua orientação.

Ele valoriza o fato de você ser transparente e até dizer que não sabe.

Profissionalismo

E quando a investidora Gávea, que são experts em finanças, comprou cerca de 30% da Chilli Beans, o profissionalismo foi exigido ainda mais, pois a falta de processos dificulta praticamente tudo. Assim, profissionais em suas respectivas áreas serão responsáveis por preencher qualquer possível lacuna que possa surgir. 

Caito já entendeu que os próximos 15 anos não irão acontecer da mesma forma que se deu até agora, que não basta ter raça e paixão, e sim pessoas técnicas que consigam estruturar esse crescimento para que daqui a 15 anos não se tenham lacunas a serem preenchidas. É óbvio que lacunas sempre existirão, mas o objetivo é minimizá-las o máximo possível, construindo a marca de maneira consistente e pensada estrategicamente para os próximos anos.

Problemas, dificuldades e oportunidades são constantes, e a melhor saída é se sentar e procurar resolver. E ainda mais se você está em uma posição de comando, isso é mais importante. E pelo menos no caso de Caito, ele procura sempre manter um canal aberto. Ele presta atenção e valoriza cada opinião e nunca toma uma decisão sozinho, tudo é resolvido em equipe.

A Chilli Beans está se expandindo mundialmente, e ele espera atingir 20 países. E como o próprio Caito fala, não existe qualquer referência, ele mesmo que está fazendo referência. E uma das suas dificuldades é não ter ninguém para quem perguntar.

Ele, juntamente com sua equipe, estão descobrindo esse novo universo juntos e quem sabe assim facilitar a vida de outros empresários que têm o sonho de fazer a mesma coisa? Mas ele está indo um pouco mais devagar e diminuindo um pouco a velocidade.

Perspectiva de futuro

A história de Caito Maia mostra o poder da ambição, uma ambição de construir uma marca global, com uma perspectiva de expandir para mais de 20 países.

E o que merece destaque aqui são as convenções da Chilli Beans, que são chamadas de Super Dose, que na verdade é um show, com lançamento da coleção, desfiles de moda, workshops, apresentação de artistas e muito mais. 

Só para você ter uma ideia, a última Super Dose aconteceu no maior navio do mundo, para cerca de 4 mil pessoas. E é uma super produção para o lançamento, envolvendo arte, música e moda.

Se você perguntar para Caito qual é sua perspectiva futura, ele vai responder: daqui a 5, 10 anos, meu objetivo é tornar a Chilli Beans uma marca global, mundialmente conhecida.

E a velocidade não mudou, o que mudou foi a estrutura que está suportando essa velocidade. Agora, depois de tudo o que passou, conta com uma equipe por trás, dando todo o suporte para fazer com que o sonho se torne realidade.

É uma ferramenta de engajamento poderosa, onde Caito investe cerca de 6 milhões de reais, solidificando cada vez mais a identidade da marca.

Tudo isso tem um sentido: a marca

Manter a essência da marca, onde seu principal objetivo não é tornar a Chilli Beans uma marca desejada, como a Apple, Disney, pois talvez já seja, mas tornar a marca global, a fazendo presente no mundo.

Obviamente, existirão alguns impedimentos, que podem desacelerar. Como a questão financeira, ou também aspectos específicos de cada país, mas nada que não seja possível contornar.

E graças à ambição de Caito Maia, foi possível chegar onde a Chilli Beans está hoje. E não trazendo benefícios apenas para a empresa em si, mas para todos que estão envolvidos com a marca. 

Todos sabemos que a mola de crescimento de um país são os empreendedores, são eles que irão levar o país a um outro nível.  

E qual o objetivo de Caito Maia daqui a 5 anos? Ter 1200 lojas, sendo 300 fora do Brasil. Talvez você se pergunte: mas por que 300? Porque é uma base sólida para multiplicar. E ninguém tem nem 100 lojas fora do país. 

Por exemplo, em Las Vegas, a loja da Chilli Beans é na frente da maior roda gigante e em Santa Mônica, na frente da maior loja da Apple. 

É uma história surpreendente! Não importa se você é um empreendedor novo, ou um pouco mais experiente, a chave para o sucesso é continuar com o brilho nos olhos e acreditar nas pessoas. 

Procure sempre estar se renovando e redefinindo suas metas. Essa mudança constante é que representa o gás para seguir em frente.

Sucesso alcançado mas o caminho continua

caminho para o sucesso

A história da Chilli Beans é mais uma que mostra que é possível abrir um negócio de sucesso. São vários desafios e dificuldades no meio do caminho, mas a partir da história de Caito Maia, você tem uma noção mais clara que com disciplina, determinação e paixão, todos esses obstáculos podem ser superados.

Para isso, é fundamental traçar um plano e se cercar de pessoas para darem todo o suporte ao longo desse processo. E um outro ponto vital é a construção de uma marca forte, pois é isso que conecta a sua empresa com as pessoas, ou melhor, que atrai as pessoas.

E depois de 20 anos no mercado, seu prazer só aumenta, e tudo está em constante mudança. Ele mesmo se considera como se fosse um mutante. 

Caito Beans bate sempre no mesmo ponto: a honestidade, de ser honesto e verdadeiro com o cliente. 

E assim como Caito chegou lá, você também pode, desde que se prepare e trabalhe duro, e especialmente, tenha brilho nos olhos, porque nada é mais poderoso do que você perceber o brilho nos olhos de um empreendedor que tenha um sonho para compartilhar. 

Isso que é paixão, acreditar na marca e fazer o negócio crescer! É a essência é tudo!

Entre em contato, nós podemos te ajudar!