Quer começar a importar? Saiba como montar uma importadora

Tempo de leitura: 8 minutos

Para começar uma empresa importadora é preciso ter um objetivo bem definido. Ganhar dinheiro é a resposta mais óbvia e correta. Afinal, estamos falando de negócios. Mas hoje e te convido a pensar um pouco mais além.

Primeiramente, eu tenho uma pergunta a lhe fazer: você está preparado para investir dinheiro, tempo e energia em um negócio que você pode não ver retorno financeiro em seis meses ou até em um ano? Caso a resposta seja um não, é bom repensar o seu projeto, pois certamente o retorno virá a longo prazo. E neste caso, você só vai conseguir permanecer no negócio se estiver firme no seu propósito.

Agora se a resposta foi um sim, continue comigo neste artigo.

retorno-longo-prazo

Como começar

Primeiro, para importar é preciso ter uma empresa, pode ser uma MEI (Microempreendedor Individual). Para saber quanto dinheiro é preciso ter para começar a importar é necessário fazer um plano de negócios, pois vários fatores influenciam nesse ponto, um deles é o custo do produto que você pretende revender, logicamente, quanto mais caro o produto, mais alto será o investimento.

Além disso, o valor do investimento também vai depender do seu projeto, dos custos que você terá no geral. Exemplo: Se você planeja montar uma importadora com loja física, se terá um e-commerce, se montará atacado com representantes, o número de funcionários que terá de contratar… Enfim, são diversos aspectos que precisam ser contabilizados para se chegar ao valor necessário a ser investido.

Eu gosto de usar o modelo de plano de negócios do Sebrae… é fácil e intuitivo de ser preencher.

Continuando… depois de pensar nos custos para montar sua empresa, a parte mais importante do seu projeto é a busca de fornecedores. Através dos fornecedores que você deverá fazer a cotação dos produtos para depois fazer os custos de importação e saber, definitivamente, quanto vai investir nos produtos que irá revender.

Viabilidade

A viabilidade do projeto é definida pela margem de lucro. Margem de lucro é a diferença entre o custo final do produto e o preço final de venda.

Perceba que estamos aqui na teoria, na estimativa. Ainda não colocou dinheiro na frente. Uma boa métrica para você usar é pesquisar de dá pra vender os produtos pelo dobro do custo, no caso de vendas no atacado. Ou pelo triplo do custo no caso de venda a varejo. Você pode facilmente verificar isso através de pesquisa de preços na internet, de produtos similares aos que você quer importar.

Se o custo não for viável, é melhor ir atrás de outro fornecedor ou outro produto. Se os custos forem bons, é o momento de avançamos para verificar a qualidade do produto. Isso quer dizer que você deve comprar e importar amostras para checar a qualidade dos produtos.

Se não tiver condição de importar as amostras, por conta das características do produto (muito grande por exemplo), você deve contratar uma inspeção de fábrica. Essas inspeções vão te fornecer fotos/filmagens e laudos sobre tudo que precisar verificar junto aos seus fornecedores.

Se gostou da qualidade, vamos seguir em frente. Se não gostou, tem que conversar com o fornecedor para aumentar a qualidade ou então mudar de produto.

O próximo passo é fazer uma importação de lote teste. Ou seja, você não importa um contêiner inteiro, mas uma quantidade menor. O valor varia entre 2 mil dólares a 5 mil dólares, depende do que você desejar. Se a primeira importação, pequena, de teste, deu certo, agora é o momento da importação grande.

Preciso ir pra China?

viajar-pra-china

Você não precisa visitar a China para começar a importar, abrir uma importadora e começar a faturar com isso. A maioria de nossos clientes e alunos que fazem negócio com a China, nunca foram pra lá. Contudo isso serve para os produtos que não precise exclusivamente de você no momento da compra para escolher os produto, ou seja, aqueles produtos em que a compra pode ser terceirizada, você não precisa ir para a China.

Mas, se no seu caso for necessário ir pra China, você pode visitar feiras ou centros atacadistas. Visitar a China é uma ótima oportunidade de negócios. Do ponto de vista de negócios, um homem ou mulher que vai pra China nunca volta igual. Volta com a mente expandida.

Assim como em qualquer outro país, existem produtos de várias qualidades e valores. Na China não é diferente. Pensar que na China só tem produto ruim é besteira. Lá tem de tudo!

Você precisa analisar a qualidade esperada por seus clientes e o preço que valha a pena. Basicamente, as quatros formas de começar a importar da China são:

  • fazendo pesquisas pela internet,
  • visitando feiras,
  • visitando centros atacadistas e
  • visitando diretamente os fornecedores.

Investimento

c

Se você quer começar nesse ramo, precisa saber que não existe um valor fixo para começar a importar. Isso dependerá do tipo de importação, produtos, quantidade que você irá importar. Importação é um ramo que não foi feito para quem tem pouco dinheiro, isso é fato, pois para fazer uma importação formal, há várias despesas, por se tratar de um processo bem burocrático.

Então não se engane, se você não tem capital, a importação não é um bom negócio, pois tem um alto custo de investimento. Não quero te desanimar, mas você precisa ter noção dos riscos que está assumindo para saber se compensa ou não importar.

A maioria das importações são viáveis a partir de 20 mil dólares de compra. Algumas são viáveis entre 10 e 20 mil dólares de compra. E poucas são viáveis com investimento abaixo de 10 mil dólares.

Se você não tiver grana, é melhor não entrar nesse ramo por enquanto. Porém, se você não tem a grana, mas tem um projeto muito bacana, a saída é encontrar um parceiro, sócio, que tenha o dinheiro para investir no seu projeto. Mas, atenção, não procure apenas alguém com dinheiro, mas um verdadeiro parceiro de ideia, que irá acrescentar no seu projeto.

E você também precisa ter consciência de que ele será seu parceiro, então a empresa e os lucros terão que ser divididos. Mas pense pelo lado bom, você terá metade de algo. E isso é bem melhor que inteiro de nada, não é mesmo? Também não existe uma quantidade mínima para importar. E você não precisa importar um contêiner inteiro obrigatoriamente, e nem produtos de um fornecedor só.

Você pode fazer o que chamamos de consolidação de cargas. Que é o processo de juntar vários pedidos, de vários fornecedores, em um container somente.

Dicas importantes para começar

começar

  • Se não tiver grana para investir, comece comprando no Brasil, ganhe robustez primeiro. E após estabilizar, comece a importar. Se você tem pouco dinheiro para investir, não terá condições de importar.
  • Escreva um Plano de Negócios. Se você tem uma boa ideia e quer concretizar, coloque em uma planilha, pesquise sobre ela, será que ela dará lucro mesmo? No SEBRAE você encontra diversas dicas de como montar um Plano de Negócios.
  • Busque um sócio investidor, como já dito neste artigo. Se você tem uma boa ideia, mas não tem como investir nela, encontre alguém que acredite nela e coloque dinheiro neste projeto. Para isso você precisa da dica anterior, ter um Plano de Negócios bem estruturado para que alguém queira investir na sua ideia.

Erros comuns

Muitos empresários cometem erros ao importar da China para revender:

  • Achar que importação é moleza. Não subestime a importação empresarial. É um processo burocrático, com inúmeras regras a serem seguidas. Por isso planeje bem a importação antes.
  • Não fazer uma simulação prévia dos custos. Realmente, os produtos na China são bem mais baratos, mas você não terá custos apenas com eles. Por isso é necessária uma simulação, se não, você pode ficar no prejuízo e gastar mais do que devia.
  • Não buscar apoio profissional. Por ser muito complexa, a importação exige cuidado de profissionais especializados.

Nós, da China Gate, podemos te ajudar de várias formas no seu processo de importação. Se já tem o capital e o os produtos que quer importar bem definidos, entre em contato conosco, por este formulário, que um consultor entrará em contato para te ajudar.

Se quiser aprender a fazer importações tão bem quanto nós fazemos, veja esse vídeo aqui para dar o seu próximo passo.