Mão de Obra Chinesa

Tempo de leitura: 1 minuto

mao de obra chinesa

Em visita a algumas fábricas de manufatura Chinesa, sempre que posso, converso com os empresários para perguntar sobre assuntos que, para nossa economia são simples, mas sempre tive curiosidade. Então compartilho com vocês.

Um trabalhador de “chão de fábrica” em Shenzhen, que não seja operador de maquinaria pesada ou avançada, recebe em torno de 1.500 RMB (moeda local que em tradução livre pode-se pronunciar rimimbim), ou equivalente a 230 dólares americanos. Contudo a jornada é de 12 horas nos dias de segunda a sexta-feira e aos sábados “somente” 8 horas. Domingo é folga pra todo mundo. Ou seja a jornada de trabalho é de aproximadamente 70 horas por semana.

Assim como no Brasil encontramos uma outra classe de trabalhadores como vendedores e variadas funções de escritório recebendo o dobrou ou três vezes mais que um operador e acima disso, não há mais regras, mas estimo que um profissional no nível de gerência recebe aproximadamente 1.000 dólares americanos.

Não há leis trabalhistas apesar que o governo está se movimentando para melhoria da condição de trabalho no país. Existe muita mão-de-obra disponível, mas nada qualificada. Metade dos chineses ainda estão nos campos, e pelo menos em Shenzhen, contratar está ficando cada vez mais caro.

Seria o dragão dando sinais de que o crescimento acelerado não será para sempre?

Veja um vídeo que explico melhor a questão da mão de obra chinesa.

Suerte