Importar produtos de marca da China é mais barato? Descubra e entenda a resposta

Tempo de leitura: 7 minutos

Esse é um artigo polêmico. Prometo ser verdadeiro como sempre mas não prometo que vou te agradar ok? Muitas pessoas me perguntam se importar produtos de marca da China compensa. Se você deseja saber como funciona esse processo de importação de produtos como Apple, Lacoste, Sansung, entre outras, eu vou te explicar nesse artigo.

Mas já aviso que a resposta pode ser surpreendente.

Ah, quero te fazer um lembrete que é importante. Minha visão de mercado, de importação é sempre pensando em empresas ok? Não tenho experiência com importação pessoa física. Se sua intenção é importação de pequeno porte, importação de uso e consumo, importação para ter uma renda extra… desculpe, esse texto não é para você.

importar produtos de marca 2

Marca famosa é bom… para o dono da marca

É grande número de pessoas interessadas em revender produtos de marca aqui no Brasil. Por isso muitos recorrem à importação, principalmente de produtos fabricados na China.

É mais fácil vender um produto de marca famosa, pois o esforço de marketing envolvido na divulgação desses produtos é muito grande, movimentando milhões e milhões de dólares.

A Apple vai lançar um carro, e vai vender muito? Mas qual a tradição da Apple no setor automotivo? Zero! Mas vai vender muito pois a Apple é muito confiável e tem clientes fiéis. Mais que fãs… são seguidores da marca.

Basta uma pesquisada rápida na internet, que dá para encontrar inúmeros artigos, de vários tipos, explicando como é fácil esse ramo. Mas eu tenho que começar te avisando que talvez a resposta para a pergunta do título não seja tão agradável assim para você. Ou ainda, você não concorde. Mas é a minha opinião, é o que nós da China Gate acreditamos.

Então vamos logo ao que interessa:

Importar marcas famosas diretamente da china é mais barato?

Eu tenho que lhe dizer que não!

Como assim, Rodrigo? Eu vou te explicar o porquê desse mito.

Primeiro, precisamos esclarecer que não é só porque o produto foi fabricado na China que ele será mais barato, como muitos mitos afirmam por ai. A produção e a mão de obra na China é realmente mais barata. E muitas empresas famosas têm fábrica lá, encomendam produtos em algumas fábricas, ou terceirizam a mão de obra.

Mas, precisamos entender que não é porque a fabricação do produto é terceirizada, na China ou em outros países, que a marca não vai controlar ou padronizar os valores. Pelo contrário, muitos produtos da China são mais caros que em muitos outros países.

Não é porque é Chinês, que é baratinho…

Vários fatores podem influenciar no preço dos produtos, entre eles, estão os impostos, inclusive os internos. Por exemplo, cada país tem o imposto interno, assim como no Brasil, e isso influencia diretamente no produto em cada país. E o imposto da China não é tão barato, por isso não compensa importar produtos de lá.

Existem muitas fábricas de produtos de marca na China, nas Filipinas e em vários outros países pelo mundo. A maioria das empresas donas das marcas não deixam esses produtos serem comercializados pelas fábricas. Se você entrarem contato com alguma dessas fábricas, não conseguirá importar diretamente delas.

É possível importar produtos, porém, se você conseguir importar algum produto de marca dessas fábricas, provavelmente não será o produto original e sim uma réplica, provavelmente um produto falsificado.

Meu produto é pirata ou não?

Daí pode surgir uma dúvida nesse momento na sua cabeça: não tem como importar produtos de marca, então?

Bom, a resposta é sim! E agora você deve está se perguntando, como fazer esse processo?

Bom, é realmente possível importar produtos de marca da China e de outros países. Mas, talvez seja mais burocrático, não seja muito rentável e talvez você não consiga.

Para que você consiga importar produtos de marca, precisará de uma permissão do dono da marca e ter capacidade de comprar uma boa quantidade. Essa licença só pode ser emitida pelo detentor dos direitos da marca (Coca-Cola, Disney, Calvin Klein) ou geralmente por um escritório que gerencia esses direitos.

importar produtos de marca 3

Porém, acredito que não seja tão fácil assim conseguir essa permissão, já que as empresas com prestígio no mercado preferem lidar em menos quantidade e com grandes revendedores no mercado. Elas não estão interessadas em empresas pequenas. É mais fácil, para elas, gerenciar seis grandes empresas do que 150 pequenos importadores.

Mas se realmente deseja importar produtos de marca da China e de outros países, precisa saber que a importação de qualquer mercadoria sem essa permissão da marca pode trazer grandes problemas. Tipo… é pirataria!

Além de ser algo totalmente antiético, esse tipo de operação pode ser considerada como importação pirata. Isso significa que se “por acaso”, não houver a autorização, os produtos que você importou poderão ser perdidos na alfândega. E isso gera um prejuízo danado, não é mesmo?

O engraçado, que muita gente não pensa é… mesmo comprando de uma fábrica que faz produtos para as marcas, sendo então produtos originais, essas mesmas fábricas se venderem para você, e você não tiver o documento que comprova que você tem o direito de revender, o produto é pirata.

A licença de uso ou de venda é o que torna seu produto original, e não a fábrica que te entrega…

Muitas pessoas, ainda sim, conseguem importar produtos de marca sem autorização, por meio informais de importação. Mas não recomendo esses tipos de meios, até porque, como diz aquele ditado, “mentira, tem perna curta” e um dia você poderá ser pego e sair no prejuízo. Além de não ser profissional, o Brasil já está cheio de gente fazendo coisa errada, não sejamos mais um.

Tá, mas o que eu faço?

Se você desejava importar produtos de marca de fora, talvez esteja se perguntando “e o que eu faço agora?”.

Calma! Eu tenho uma saída para você:

E agora eu te pergunto: Porque não importar produtos apenas com a sua marca?

Sim, isso mesmo. Por que não investir no que é seu? Vender produtos de marcas famosas pode ser mais fácil, mais tentador. Muitas pessoas começam a revender esses produtos de marca pelo “status” que gera, mas em minha opinião não é a melhor opção. Eu aconselho a você a importar produtos com a sua marca.

importar produtos de marca 1

Por mais que parece difícil de vender, é possível! E no futuro seu lucro será maior. Até porque há mais chance de crescimento no mercado e também de ter um negócio escalável. Crie e invista na sua marca e na sua imagem.

Se você não sabe como importar produtos com a sua marca, clique aqui! 

Revendo tudo em 3 pontos…

Bom, respondendo a grande questão e resumindo tudo pra você:

Importar produtos de marca da China ou fabricado naquele país não é tão barato, os valores em relação ao Brasil, não tem muita diferença. E algumas circunstâncias podem ser até mais caros por diversos fatores, entre eles os impostos.

Porém, dá para importar produtos de fora do Brasil. Mas é necessária a permissão da marca oficial para revender, se não, você terá problemas com a importação, futuramente ou até mesmo perder toda a sua mercadoria.

Eu acredito que a melhor opção é ao invés de investir em produtos de marca da China ou de qualquer outro país, invista na sua própria marca. Procure criar uma boa imagem para a sua empresa, um negócio escalável.

Se você leu até aqui é porque está interessado sobre o assunto de importação empresarial, então aproveita e se inscreva no nosso curso gratuito de quatro aulas, clicando aqui.