Como melhorar os resultados de seu negócio com Importação

Tempo de leitura: 1 minuto

Talvez você já venda produtos importados em seus negócios, então essa é uma boa oportunidade para você começar a importar direto.

Considerando que o Brasil é um país fechado, isso encarece as importações, por isso cada vez mais a cadeia de distribuição está mais horizontal, ou seja, cada vez mais tem menos intermediários no processo.

Em mercados maduros, é comum os varejistas e atacadistas terem a iniciativa de importar direto, pois assim aumentam a margem de lucro do seu negócio.

Não precisa migrar todos os produtos para importados que você atualmente compra, para importação direta, mas sim aqueles produtos que tem mais giro.

Pense na seguinte cadeia de distribuição.

1. Fabricante na China
2. Trading/importadora no Brasil
3. Atacadista no Brasil
4. Varejista no Brasil
5. Cliente final.

O que acontece á uma fusão dos pontos 2 e 3, e talvez até dos pontos 2, 3 e 4.

A ideia é que os atacadistas ou os varejistas importem diretos dos fabricantes/fornecedores chineses.

Isso não acontece de graça. Tem que investir tempo e dinheiro, mas vale a pena o lucro que se ganha fazendo essa operação direta.

Vamos falar disso e muito mais na Semana da Importação China Gate

Se inscreva na Semana da Importação China Gate clicando aqui.

  • Cristian Reichert

    Boa tarde Rodrigo. Assisto a seus vídeos e gosto muito do seu trabalho Parabéns!!!

    Tenho uma duvida referente a impostos para calcular o custo de um produto. Talvez vc saiba me responder.
    Ao calcular os impostos de importação como: II, IPI, PIS, Cofins eles são calculados juntos ou imposto sobre imposto?
    Ex. NCM 95045000 Tem II 20%, IPI 50%, PIS 2,10 e Cofins 9,65% no total fica 81,75% em R$100,00 daria R$181,75
    mas se for em imposto sobre imposto fica R$201,51.

    Dei uma pesquisada na internet mas nao achei nada concreto com esta informação. Saberia me informar?