Como importar diretamente de fabricantes da China?

Tempo de leitura: 6 minutos

O comércio evoluiu muito nos últimos anos e grande parte disso se deve ao surgimento do e-commerce, que rompeu barreiras territoriais e tornou os negócios mais acessíveis e globalizados. Os marketplaces assumiram o papel de verdadeiros shoppings virtuais e inúmeros fornecedores com uma infinidade de produtos agora podem ser encontrados em um só lugar.

Dentro desse novo cenário, os produtos da China viraram uma verdadeira febre aqui no Brasil, não apenas pela facilidade de acesso no mercado internacional, mas pelo menor preço oferecido. Lojistas brasileiros e fornecedores chineses passaram a ter uma relação cada vez mais próxima (e lucrativa), tornando essa uma das melhores opções para quem quer entrar nesse mercado. Mas como importar da China? Quais as vantagens e desvantagens? Confira neste artigo!

Como importar da China

O processo é simples mas não é fácil. Primeiramente é importante salientar que importação com fins comerciais só pode ser feitas por empras, então ter um CNPJ é obrigatório, mesmo que for um MEI, mas precisa ter CNPJ. Depois a sequência resumia é encontrar um fornecedor de confiança, pagar os impostos, fretes e demais custos de importação e pronto, a mercadoria pode chegar na sua empresa em uns 15 dias se for utilizado transporte aéreo ou 60 dias se a forma de transporte for marítima. Mas é preciso muita cautela durante o período de negociação, uma vez que o pagamento é antecipado e se torna arriscado quando a compra não é feita com fornecedores confiáveis.

A melhor maneira de procurar bons fornecedores é através da internet, em sites e recomendações de quem já realiza esse tipo de negócio. Dois bon exemplos são o Alibaba.com e o Globalsources, que, além de listar vários fornecedores, inclui informações sobre a situação financeira e certificados do fabricante. Esses sites permitem que você escolha o produto e solicite um Inquiry ou Quotation (que nada mais que do que um orçamento de cada fornecedor cadastrado no site) referente ao seu pedido. A partir dos vários orçamentos recebidos, você pode iniciar o processo de negociação.

Os preços dos produtos não incluem frete e imposto. Alguns até incluem o frete, mas uma dica ninja é sempre pedir o valor sem frete, pois é bem melhor negociar o frete no Brasil, diretamente com um agente de cargas. No caso dos impostos brasileiros, estes variam de acordo com o tipo de produto, podendo totalizar de 35% até mais de 100% do valor total dos produtos no país de origem.  No caso de comprar diretamente de fabricantes chineses, existe um limite mínimo para a compra, que pode variar de 50 a 1.000 unidades, dependendo do item, mas existe a possibilidade de comprar apenas uma amostra para conhecer melhor o produto antes de revender para o seu público.

Recomenda-se efetuar o pagamento por transferência bancária mas, cuidado, nunca mande dinheiro para um fornecedor que você não tenha confiança. Para se ter confiança em um fornecedor, nós do China Gate recomendamos contratar inspeções físicas, ou seja, visitas nas fábricas, somente assim é possível verificar se tudo o que foi demonstrado no website do fabricante é verdadeiro. Existem formas de pagamento como western union ou outros meios expressos, mas não se engane, importação empresarial é regulamentada pelo banco central, consulte sempre um profissional da área, como um despachante aduaneiro ou analista de importação para organizar suas operações. Em relação ao imposto, este é pago quando a mercadoria chega ao Brasil, com débito em conta através do Siscomex/Radar. Uma dica é encontrar o fator de multiplicação, ou seja, qual a diferença em termos percentual do custo dos produtos lá no país de origem até o custo total, sabendo que são acrescidos entre uma ponta e outra, fretes, seguros, despesas e impostos. Assim fica muito mais fácil calcular rapidamente e estimar os custos antes de comprar. Para se obter esse fator de conversão é preciso fazer uma simulação de custos real. Ao menos uma.

Vejamos algumas dicas que podem ajudar você na hora da negociação:

Venda bem sua imagem

É importante que você crie uma apresentação em inglês para que fique bem claro para o fornecedor chinês que você é um importador e não alguém que quer apenas pesquisar preços. Em muitos casos, fornecedores chineses se recusam a informar preços a novos compradores por acharem que são concorrentes.

Limite para um único produto à cotação de preços

As chances de receber propostas falsas de fornecedores é muito alta quando você pesquisa vários itens, por isso, defina um único produto de cada vez.

Busque sites com fornecedores certificados

Uma infinidade de sites oferecem inúmeros serviços alegando serem os mais completos do mercado. Mas é preciso ficar atento, já que podem se tratar de propostas falsas. O Certificado Gold do Aibaba, por exemplo, não é uma conquista, mas sim um serviço que o site oferece para os que querem comprar.

Comece pelo pedido de orçamento

Lembre-se: é essencial para o sucesso de resposta você anexar a apresentação de sua empresa e escrever em inglês. Não insira qualquer link ou formulários online, chineses possuem navegadores próprios que geralmente bloqueiam links estrangeiros. Esqueça o Facebook, Blogger, Google+ e similares.

Vantagens e desvantagens de importar produtos diretamente de fabricantes chineses

Vantagens

  • O processo de negociação é feito diretamente com o fabricante, o que possibilita a redução dos preços da compra, além de evitar mal-entendidos, principalmente relacionados às informações técnicas do produto;
  • Conhecimento do fabricante e do seu histórico de venda, o que estabelece certa confiança no processo de compra;
  • Resolução de problemas no embarque/qualidade dos produtos pode ser resolvido rapidamente quando a negociação é direta, o que facilita disputas e/ou definição de compensações.

Desvantagens

  • Na maioria dos casos, os fabricantes possuem uma linha de produtos específicos, o que limita a escolha dos compradores quanto à variedade de itens. Como é o caso do segmento de materiais de construção, maquinário e informática, o que exige que lojistas tenham que concentrar suas compras em mais de um fornecedor;
  • Muitos fabricantes não têm licença e experiência para atuar no aeroporto/porto e podem surgir problemas com a carga;
  • Como a venda é diretamente com o fabricante, evitar intermediários pode não ser vantajoso em certos casos, como para micro e pequenas empresas, que muitas vezes buscam uma quantidade menor do que aquela exigida pelo fornecedor.

Ficou interessado em importar? Nós do China Gate podemos te ajudar com seu projeto de importação. Para isso basta clicar aqui e preencher este formulário que entraremos em contato com você!

Gostou do post? Assine nosso feed de notícias e fique por dentro de todas as novidades e aproveite para baixar gratuitamente o nosso e-book sobre a Canton Fair!

  • Kapicases Capinhas

    Boa noite a todos.

    Hoje em dia todas as pessoas que compram um smartphone procuram proteção e personalização para o aparelho.

    Pensando nisso a Kapicases entra no mercado para oferecer a oportunidade para lojistas e revendedores comprarem capas para celular, películas de vidro temperado e outros acessórios com preço de atacado e excelente qualidade sem precisar sair de sua loja ou residência.

    Muitos de nossos clientes conseguem obter lucros de mais de 100% em cada produto.

    Não perca tempo acesse http://www.kapicases.com.br